terça-feira, 21 de novembro de 2006

Personalização do Desktop - Barra de Tarefas

Na Barra de Tarefas do Windows - se mantidas as configurações padrão - ficam localizados o botão que dá acesso ao menu Iniciar (implementado na versão 95, quando o Windows deixou de ser uma simples interface gráfica que rodava em DOS para tornar-se um sistema operacional autônomo), a Área de Notificação (também chamada de systray ou bandeja do sistema) e o relógio do sistema.
Entretanto, essa barra suporta a inclusão de outras barras de ferramentas, como a de Inicialização Rápida (que, para esclarecer a dúvida apresentada por um visitante anônimo na postagem anterior, continua existindo no XP, ainda que venha desativada por padrão), a barra do Media Player, a barra de Endereços (para navegação na Web), a barra de Links (do Internet Explorer), a barra de Idiomas (configurações regionais e do teclado), a barra da Área de Trabalho e outras barras personalizadas que você pode criar, a seu critério.
Antes de detalharmos essa profusão de barras, vale lembrar que, por default, a Barra de Tarefas do Windows ocupa toda a extensão da borda horizontal inferior do Desktop (embora isso possa ser modificado, como veremos mais adiante). Nessas condições, uma faixa da tela fica comprometida, podendo incomodar usuários cujos monitores tenham dimensões reduzidas (especialmente modelos de 14 ou 15 polegadas).
Mas essa questão é simples de se resolver: para manter a Barra de Tarefas oculta sempre que sua visualização não seja necessária, basta clicar nela com o botão direito do mouse e escolher a opção Propriedades. Na janelinha que irá se abrir, clique na orelha Barra de Tarefas (se necessário) e, no campo Aparência da Barra de Tarefas, marque a caixa de verificação ao lado da opção Ocultar automaticamente a barra de tarefas. Ao clicar em OK, a barra será "recolhida", tornando a ser exibida somente quando você assim o desejar, bastando descer com o ponteiro do mouse até a borda inferior da tela do monitor (como se você fosse clicar em algum objeto que estivesse abaixo da área visível da tela).

Observação: A maioria das configurações inerentes à Barra de Tarefas exige que a mesma esteja desbloqueada. Assim, antes de qualquer outra providência, clique com o botão direito numa área vazia da Barra e desmarque, se for o caso, a opção "Bloquear a barra de tarefas". Depois que você terminar de fazer suas configurações, volte a ativar o bloqueio, se desejar. Pessoalmente, eu acho recomendável manter a Barra bloqueada, para evitar que ela seja movida ou tenha suas dimensões modificadas acidentalmente, coisa que é comum acontecer, mas nem sempre é fácil de se reverter.
No próximo post, veremos como ativar as demais barras de ferramentas que mencionamos de passagem, linhas atrás. Bom dia a todos e até lá.

Postar um comentário