quarta-feira, 13 de dezembro de 2006

"Lei de Gérson"...

A "Lei de Gérson" é uma expressão que ficou consagrada numa campanha publicitária protagonizada pelo jogador de mesmo nome, nos anos 1980, valendo-se do bordão "o importante é levar vantagem em tudo". De lá para cá, "fazer como o Gérson" ou "ser Gérson" significa sair ganhando a qualquer custo - um procedimento típico de muita gente que nem sempre respeita os princípios básicos da ética e da moral, como é o caso daqueles que se valem de softwares ilegais, devido principalmente ao alto preço de muitos programas "oficiais".
Entretanto, é bom saber que uma pesquisa encomendada pela Microsoft dá conta de que mais de 70% dos softwares piratas disponíveis na Web contêm vírus, e que os usuários desses programas estão 17% mais suscetíveis a infecções por códigos maliciosos. O estudo atesta ainda que 25% dos CDs piratas com sistemas e programas da Microsoft não funcionam, e que 30% deles utilizam chaves de ativação roubadas.
Outra pesquisa, realizada pelo laboratório de tecnologia da consultoria IDC, avaliou 98 sites de downloads de arquivos gratuitos, e concluiu que mais de 40% continham vírus e/ou cavalos-de-tróia. De um total de 116 arquivos baixados, 11% traziam códigos maliciosos ou indesejáveis, e dos 94 softwares obtidos em redes P2P, cerca de 60% apresentavam as mesmas características.
Todo mundo conhece algum site "suspeito" que oferece download de chaves de ativação, programas piratas e ferramentas para craquear códigos de softwares comerciais - como o Windows XP e o Office. Mas, antes de querer "tirar sua casquinha", convém pôr as barbas de molho: a maioria deles, como também as tradicionais (e muito usadas) redes de compartilhamento de arquivos (P2P), trazem de embrulho para o computador do usuário uma profusão programinhas maliciosos (vírus, trojans, spywares e assemelhados).
Para os mais precavidos, a Grisoft já está disponibilizando a nova versão gratuita do antivírus AVG 7.5 (a versão 7.1 deverá ser descontinuada em 15 de janeiro próximo). Essa edição, que apresenta desempenho melhorado e compatibilidade total com o Windows Vista, é mais eficiente na detecção de pragas (graças a uma heurística aprimorada); seus arquivos de instalação e atualização são menores e sua interface com o usuário é mais amigável do que a das versões anteriores.
O AVG tem mais de 40 milhões de usuários no mundo - só no Brasil, cerca de 2 milhões de internautas usam o AVG Free (gratuito). Para mais informações e download do AVG 7.5, o endereço é o seguinte: http://www.grisoft.com/doc/products-avg-anti-virus-free-edition/lng/br-pt/tpl/tpl01.
E para quem deseja obter uma segunda opinião sobre a saúde do seu sistema (fazer uma varredura a cata de vírus, eliminar arquivos inúteis e fazer ajustes diversos no PC), o link para o Microsoft Live OneCare está aí no blog. Aproveite enquanto é de graça.
Um bom dia a todos.
Postar um comentário