sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Dia dos Pais

Aqui no Brasil, o Dia dos Pais tem propósitos semelhantes aos do Dia das Mães - ou seja, fortalecer os laços familiares e o respeito por aqueles que nos deram a vida. A idéia de comemorá-lo partiu do publicitário Sylvio Bhering, sendo o primeiro "Dia dos Pais verde-amarelo" festejado em 14 de Agosto de 1953 - dia de São Joaquim, patriarca da família - embora a data tenha sido alterada posteriormente (por motivos comerciais) para o 2º domingo de Agosto.
Quanto à origem desse costume, reza a história que Sonora Louise Smart Dodd, filha do veterano da guerra civil John Bruce Dodd, teria tido a idéia de homenagear seu genitor ao ouvir um sermão dedicado às mães (ela se sentia orgulhosa de ver o pai criar sozinho seus filhos, depois que a esposa faleceu, ao dar a luz ao sexto rebento do casal).
O primeiro Dia dos Pais norte-americano foi celebrado em 19 de junho de 1910 - dia do aniversário do pai de Sonora - tendo a rosa como símbolo do evento (rosas vermelhas para os pais vivos e brancas para os falecidos).
Anos mais tarde, o então presidente norte-americano Lyndon Johnson instituiria o terceiro domingo de junho como o Dia dos Pais, data essa que acabou sendo oficializada por Richard Nixon, em 1972.
Além dos Estados Unidos e do Brasil, vários países comemoram o Dia dos Pais à sua maneira e tradição. Na Itália e em Portugal, por exemplo, a festividade acontece no dia de São José (19 de março - e, apesar da ligação católica, ganha destaque por ser comercialmente interessante). No Reino Unido, os pais são homenageados no terceiro domingo de junho (os ingleses não costumam se reunir em família, sendo comum os filhos agraciarem seus pais com cartões, em vez de presentes); na Argentina, a festa acontece no terceiro domingo de junho (com reuniões em família e presentes), e na Rússia, em 23 de fevereiro (sob o nome de Zaschitnika Otetchestva, ou "dia do defensor da pátria").

Feliz Dia dos Pais a todos!
Postar um comentário