segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Usuários do Windows Vista "versão Capitão Gancho" podem pôr as barbas de molho: segundo algumas fontes não oficiais, a Microsoft pretende adotar severas medidas antipirataria no Vista, que resultam numa “tela preta” para cópias não-licenciadas OEM do sistema operacional (distribuídas pelos fabricantes de equipamentos).
Conhecida internamente como “funcionalidade reduzida", tal restrição deixaria as versões pirata sem menu, barra de tarefas, área de trabalho e com apenas uma hora de navegação na internet da tela ficar preta - procedimento que, aliás, não é exatamente uma novidade; a redução de funcionalidades já fazia parte do processo de ativação do Windows XP, tanto nas versões OEM quanto para varejo.
A propósito: os prejuízos da Microsoft com a pirataria de software atingem a casa dos bilhões de dólares, aspecto que explica a preocupação da empresa com o que ela chama de "proteção dos consumidores da fraude e do abuso".
Depois, não digam que a gente não avisou.
Bom dia - boa semana, bom mês - a todos, e até amanhã.
Postar um comentário