quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Reinstalação do XP (parte 2)

A reinstalação do XP não é muito demorada, mas os procedimentos complementares (atualização e personalização do sistema, reinstalação e reconfiguração dos demais programas e recomposição do backup) irão lhe tomar um bocado de tempo. Assim, escolha um dia e horário que lhe permitam fazer o trabalho sem interrupções indesejáveis e deixe à mão a documentação do computador, o CD de instalação do Windows e as mídias com os drivers.
PCs de grife costumam vir com o sistema pré-instalado e se fazer acompanhar de uma cópia do Windows personalizada pelo fabricante. Além dos arquivos de instalação do sistema, essas mídias costumam trazer também drivers de chipset e de dispositivos adequados àquele modelo específco de computador, bem como ferramentas, aplicativos e outros recursos adicionais. Nesses casos, os procedimentos de reinstalação pode ser um pouco diferentes, razão pela quel você deve consultar o manual da sua máquina ou obter informações junto ao suporte técnico do fabricante.
Feitas essas ressalvas, passemos à reinstalação propriamente dita:

1. Ligue (ou reinicie) seu computador, pressione repetidamente a tecla Del (em alguns casos, o Setup é convocado via teclas F2 ou F1; na dúvida, consulte o manual da sua máquina ou atente para as informações que aparecem rapidamente na tela do monitor, durante a inicialização).

2. Na tela do Setup, localize a opção “Advanced setup” ou “Boot sequence device” e reconfigure-a de modo que o drive de CD seja lido antes do HD, durante a inicialização (ou o sistema reiniciará normalmente, inviabilizando a reinstalação). Salve as alterações e feche o programa (opção "Save and Exit"). Observação: não será preciso modificar essa configuração posteriormente, já que o Windows será carregado normalmente, a partir do HD, sempre que não houver um CD "butável" na gavetinha do drive.

3. Insira a mídia do XP na gavetinha do drive de CD e torne a reiniciar o computador. Quando surgir a mensagem "Pressione uma tecla para iniciar do CD", pressione qualquer tecla.

4. Na tela de "boas-vindas", tecle "Enter" para disparar o processo de instalação. Observação: Reinstalar o XP é um pouco diferente de instalá-lo pela primeira vez - quando o HD está "vazio" e basta teclar "Enter" para que o "Espaço não particionado" seja usado integralmente na criação do drive C. Numa reinstalação, pode-se tanto pressionar a tecla "R" e disparar um procedimento "de reparo" (que não formata o HD, apenas instala uma nova cópia do Windows em outra pasta) quanto a tecla "Esc", para ignorar a versão antiga do Windows e instalar outra, novinha em folha (que é o caso deste nosso exemplo).

5. Tecle F8 para aceitar o CONTRATO DE LICENÇA DE USUÁRIO FINAL e, na tela que exibe a partição ou partições existentes em seu disco rígido, selecione a unidade "C:\Windows [nome e versão do sistema]" e pressione "D" para excluí-la.

6. Siga as instruções para criar uma nova partição usando o espaço total do disco (dividi-lo em duas ou mais partições iria complicar muito este roteiro), pressione "Enter" para dar início à formatação, escolha a opção default (“Formatar a partição utilizando o sistema de arquivos NTFS”) e aguarde até que a máquina seja reiniciada e o Assistente copie os arquivos do CD para a pasta C:\Windows do HD (convém acompanhar atentamente esse processo; talvez você precise intervir em algum momento).

7. Depois que o computador for reiniciado, o Assitente pedirá que você faça algumas configurações, a começar pelas "Opções regionais e de idiomas" (o XP em português já vem configurado para nosso idioma e layout de teclado padrão ABNT; se for o seu caso, clique em "Avançar", se não for, clique em "Detalhes" para alterar. As próximas telas pedem o nome do usuário (você pode pôr seu nome ou qualquer outro que quiser) e da empresa (convém não deixar em branco; digite CASA, por exemplo). Na sequência, digite a licença do software (chave do produto), dê um nome ao computador (informação necessária para que a máquina funcione em rede; você tanto pode aceitar a sugestão do Windows quanto escolher outro nome quaqluer), defina sua senha de Administrador (ela não é obrigatória, mas se você resolver usá-la, anote-a num local seguro).

8. Configure seu modem (caso exista e você pretenda usá-lo para acessar a Internet). Basicamente, é preciso apenas entrar com o código de área e o tipo de discagem (que geralmente é por TOM, embora algumas centrais telefônicas antigas ainda operem por PULSOS - confirme isso com sua operadora, se necessário).

9. Acerte o calendário e o relógio do sistema (data, hora, fuso horário e ajuste automático do horário de verão).

10. Se houver uma placa de rede e ela for reconhecida durante a instalação do Windows, aproveite para escolher entre as configurações típicas (recomendável) ou personalizadas (isso também pode ser revisto posteriormente, se necessário).

Note que as configurações do item 7 e posteriores (com exceção da introdução da chave do Windows) podem ser feitas ou modificadas depois que o sistema tiver sido instalado. Concluídas essas etapas, a instalação irá prosseguir por mais alguns minutos, o computador tornará a ser reiniciado e o Windows será carregado pela primeira vez.
Amanhã a gente continua; abraços a todos e até lá.
Postar um comentário