terça-feira, 15 de abril de 2008

Cinema em casa

O momento favorece quem pretende substituir sua velha TV de tubo por um modelo LCD ou plasma de tela grande. O aumento da demanda por esses produtos forçou a redução dos preços, tornando-os a melhor opção de compra para quem deseja uma tela maior do que 21", porque eles são mais leves, finos e elegantes, podendo inclusive ser pendurados na parede (nesse caso, evite gambiarras e escolha um modelo que venha acompanhado do respectivo suporte). Essas tecnologias oferecem também melhores resoluções de imagem (entre 720 e 1080 linhas horizontais, contra apenas 480 nas tradicionais), embora percam na fidelidade de reprodução de cores (principalmente as cores escuras e especialmente em ambientes com muita luminosidade natural) e no ângulo de visão (quando você assiste à TV "de lado").
Na hora de escolher sua nova TV, verifique se ela traz o logotipo "HD Ready" - que garante suporte a transmissões digitais em alta definição - e se integra um sintonizador digital nativo (caso contrário, quem quiser usufruir plenamente as benesses do sistema digital de alta definição terá de comprar separadamente um "SET-TOP BOX"). Outras funções muito bem-vindas são o picture in picture (PIP), que permite visualizar dois canais simultaneamente - excelente para quem quer fugir dos intervalos comerciais sem perder trechos do programa - e o controle automático de nível sonoro (AVC), que reduz as oscilações de volume que costumam ocorrer notadamente entre um programa de TV e a reprodução de um DVD. Alguns modelos são capazes também de deslocar verticalmente a imagem, minimizando as perdas que ocorrem quando você assiste em tela cheia a uma transmissão gerada em outro formato (4:3 numa tela 16:9, por exemplo).
No que diz respeito às conexões, a mais comum é a do tipo "vídeo composto" (conector padrão RCA, geralmente na cor amarela), embora o S-Vídeo e/ou aquela entrada analógica com três conectores (branco, azul e verde) também estejam presentes na maioria das TVs modernas. Todavia, o melhor mesmo é contar com conexões DVI ou HDMI, que proporcionam qualidade de imagem superior, e optar por modelos que tragam conectores frontais ou laterais (isso facilita bastante as ligações temporárias, como no caso de uma câmera fotográfica ou de um console de videogame).
Quanto ao áudio, saídas padrão jack 3,5 mm (para fones de ouvido) e RCA (para aparelhos de som) são praticamente onipresentes, mas nem todos os modelos oferecem recursos wireless (para fones de ouvido sem fio, que são bem mais confortáveis).
Boas compras.
Postar um comentário