sexta-feira, 3 de outubro de 2008

NOMOFOBIA

Você certamente sabe que o termo "claustrofobia" define um terror patológico em relação a ambientes fechados, e que "acrofobia" designa um medo doentio de altura, mas talvez nunca tenha ouvido falar em "nomofobia" - termo que deriva de NOMO (forma reduzida de "no mobile", ou, seja, "sem celular") e remete ao pavor mórbido que algumas pessoas têm diante da possibilidade de sair de casa sem o aparelho ou de ficar sem sinal, sem crédito ou sem bateria.
Segundo uma pesquisa realizada pelo YouGov e publicada no jornal britânico Daily Mail, mais da metade dos usuários de telefones móveis da Inglaterra sofre desse "novo mal". Entretanto, ainda que alguns especialistas vejam a coisa como uma patologia, outros defendem que qualquer "fobia" deve ser capaz de acarretar um prejuízo notável à vida do dependente, e no caso do uso exagerado do celular, os riscos não vão além das contas astronômicas. Durma-se com um barulho desses (aliás, falando em dormir, dizem as más-línguas que a Madonna assumiu publicamente que não consegue dormir sem seu smartphone debaixo do travesseiro).
Bom final de semana a todos.
PS - Votem com responsabilidade. Talvez isso só não baste, mas é melhor pecar por ação do que por omissão.
Postar um comentário