segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Vídeo

Pode acontecer de você ligar o PC e as imagens aparecerem sem sincronismo, distorcidas e quase impossíveis de se ler. Se isso ocorrer desde o momento do boot, o problema pode estar no monitor, no cabo lógico que o conecta ao PC ou na placa gráfica. Fazendo substituições (usando outro computador), é possível encontrar o vilão da história: se o defeito estiver no cabo, você pode consertá-lo - ou adquirir um cabo novo, o que dá muito menos trabalho. Já um monitor defeituoso deve ser enviado a uma assistência técnica especializada (dependendo do problema e do custo do reparo, talvez compense partir para um novo), e uma placa de vídeo problemática deverá simplesmente ser substituída.
Caso as imagens apareçam perfeitas durante o boot, mas percam o sincronismo quando o Windows é iniciado - ou quando algum programa gráfico que use imagens de alta resolução seja executado - uma rápida incursão pelo quadro das Propriedades de Vídeo (dê um clique direito num ponto vazio do Desktop e clique em Propriedades) e o ajuste da frequência de atualização horizontal (que deve ser compatível com as taxas suportadas pelo monitor) deve solucionar o problema.

Observação: Perda de sincronismo na imagem em altas resoluções e o malfadado efeito flicker (cintilação) são problemas de configuração comuns em qualquer monitor. Para resolvê-los, é preciso regular as freqüências de varredura horizontal e vertical, o que é feito através do quadro de configurações de vídeo ou com o auxílio de um utilitário como o Display Doctor. Ao proceder a esses ajustes, você deve consultar o manual do aparelho para saber qual é a freqüência máxima horizontal suportada e quais freqüências verticais podem ser utilizadas em cada resolução.

Boa semana a todos.
Postar um comentário