sexta-feira, 17 de abril de 2009

Homor de sexta-feira

À medida que vamos conhecendo os problemas alheios, percebemos que os nossos nem sempre são tão graves. Prova disso é a piadinha abaixo:

Na favela, dois homens arrastam um cara pra dentro dum barraco, onde um negão enorme limpa as unhas com um facão.

- Djalmão, o chefe mandou você enrabar esse cara aí, que é para ele aprender a não se meter a valente com o nosso pessoal.

- Pode deixar ele aí, eu cuido disso daqui a pouco.

Quando o pessoal sai, o rapaz diz, em prantos:

- Ô seu Djalmão, faz isso comigo não, tenha piedade pelo amor de Deus!

Ainda cavucando as unhas com o facão, o negão responde:

- Cala a boca!

Pouco depois, os homens chegam com outro cara.

- Esse aqui o chefe mandou cortar as mãos, que é para ele aprender a não tocar no dinheiro da boca.

- Deixa ele comigo que eu já resolvo.

Dalí a pouco chega mais um.

- Djalmão, esse o chefe quer que você corte o pau e a língua, que é para ele não se meter com mais nenhuma mulher da favela!

Nisso o primeiro rapaz diz bem baixinho:

- Seu Djalmão, por favor, com todo respeito, só pro senhor não se confundir, eu sou o cara da enrabada, tá?

Bom "feriadão" a todos.
Postar um comentário