sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Carnaval, Área de Transferência e humor de sexta-feira

Neste ano, o Carnaval “cai” oficialmente na próxima terça-feira (16), conquanto as festividades comecem na noite de hoje e se estendam até a quarta-feira de cinzas. Assim, considerando que a descontração do “Reinado de Momo” estimula alguns excessos, lembro a todos que já publiquei diversas dicas para evitar a ressaca (ou minimizar seus efeitos, já que a única maneira comprovadamente funcional de evitar o mal estar em questão é não beber em demasia). Então, para evitar repetições desnecessárias, sugiro rolar a página até que a coluna à direita exiba o campo “ARQUIVO DO BLOG”, clicar em 2009 e conferir a postagem do dia 31 de dezembro.
Quem não toma uma cervejinha ou um chopp – por motivos de saúde, convicções religiosas ou qualquer outra razão – para aliviar o calor senegalês que vem fazendo neste verão, nada como um refrigerante bem geladinho. No entanto, o hábito de ingerír essa bebida em grandes quantidades resulta em ganho de peso, e se você não se dá bem com o sabor das opções “diet” e/ou “light”, experimente acrescentar o suco de um limão a um copo de água gaseificada (eu sugiro a da Schincariol) e bastante gelo (se quiser, pingue algumas gotinhas de adoçante). Além de não ter “calorias vazias” dos refrigerantes tradicionais e nem os corantes e outros componentes das versões sem açúcar, o gosto é bom e os efeitos refrescantes, imediatos.
***
Imagine que você esteja editando um arquivo do MS Word e resolva mover um parágrafo inteiro do início para o final texto, duas páginas adiante. Se fosse apenas inverter a posição de dois parágrafos subseqüentes, você poderia simplesmente selecionar a arrastar a porção de texto desejada, mas, no caso em tela, o mais indicado recorrer aos comandos Recortar e Colar do menu Editar (ou aos atalhos de teclado Ctrl+X e Ctrl+V, que fazem a mesma coisa).
Depois de recortar o texto, ao rolar a tela até a página final do arquivo, você repara que não gostou da construção de determinada frase e aproveita o embalo para modificá-la. Você recorta o predicado, inverte sua posição em relação ao sujeito e retoma a tarefa inacabada seguindo até a última página do arquivo, posicionando o mouse no local desejado e executando o comando Colar. Para sua “surpresa”, todavia, ao invés do parágrafo inicial, o que aparece na tela é o predicado da frase que você acabou de editar.
Numa situação como essa, um usuário menos experiente se resignaria a reescrever o texto desaparecido, embora isso não seja necessário, já que ele estará armazenado na Área de Transferência do Office (que guarda os últimos 24 itens coletados). Para conferir, basta clicar no menu Editar, selecionar a opção respectiva, localizar item desejado, dar um clique na setinha para baixo ao lado dele e escolher a opção “Colar”. Note ainda que, clicando no botão OPÇÕES, na parte inferior do painel de tarefas Área de Transferência do Office, você pode fazer alguns ajustes, como definir que a Área de Transferência seja exibida automaticamente ou somente quando o atalho Ctrl+C for pressionado duas vezes, por exemplo.
***
O policial avista um Ômega CD 4.1 em baixíssima velocidade e manda parar. É uma velhinha, acompanhada de três amigas da mesma faixa etária.
O guarda adverte:
- Minha senhora, andar devagar demais na estrada pode provocar acidentes.
- Mas, seu guarda, estou obedecendo à sinalização - diz a velhinha, apontando a placa: BR-30.
- Minha senhora! Essa placa não indica limite de velocidade, e sim o nome e número da estrada. Trate de prestar mais atenção, certo?
- Só mais uma coisa. Suas amigas estão bem? Parecem assustadas, estão até um tanto pálidas e ofegantes...
- Elas já vão melhorar. É que acabamos de sair da BR-360.

Bom carnaval a todos a todos e até quarta-feira, se Deus quiser.
Postar um comentário