quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Ainda a (in)segurança

Se você adotou as providências mencionadas no post de anteontem, provavelmente não será incomodado pela maioria das janelinhas pop-up. No entanto, mesmo ao navegar por sites “legítimos”, telinhas dando conta de que “seu computador está em risco” e recomendando uma varredura online (que invariavelmente denuncia uma porção de “problemas” e recomenda a instalação de um suposto “antivírus”) costumam aparecer, visando encher as burras de cibercriminosos que se locupletam explorando a boa-fé alheia: afinal, se você tem um software antivírus ativo, operante, atualizado e dentro do prazo de validade, não faz sentido instalar outro aplicativo similar. E mesmo que você desconfie da eficácia de seu antivírus (afinal, nenhuma ferramenta de proteção é 100% confiável), jamais compre o software apregoado na janelinha pop-up. Caso ela seja persistente a ponto de você não conseguir fechá-la pelos métodos convencionais, pressione Alt + F4 ou acione o Gerenciador de Tarefas (Ctrl+Alt+Del) para encerrar o browser e resolver a questão. Feito isso, recorra a algum um serviço gratuito responsável – como o HouseCall , o Live OneCare , o ActiveScan  ou o Kaspersky  (dentre diversas outras opções já sugeridas aqui no Blog).
Outra questão importante remete ao Adobe Reader e aos aplicativos da suíte MS Office: além de eles serem relapsos em alertar para possíveis vulnerabilidades nos arquivos, sua popularidade estimula os cibercriminosos a buscar novas maneiras de invadir máquinas alheias explorando falhas em versões antigas ou em brechas recém-descobertas e ainda não corrigidas. Por conta disso, o melhor é você substituí-los por opções menos populares (como os aplicativos OpenOffice e o Foxit Reader ou o PDF Studio PDFs), ou encaminhar os arquivos para sua conta do GMail (para que o serviço verifique o conteúdo), ou ainda checá-los com o VirusTotal, que utiliza mais de 40 antivírus diferentes (para mais detalhes, clique aqui).
Para concluir, vale lembrar que não é boa política manter softwares ociosos em seu PC, especialmente se você não se dá ao trabalho de atualizá-los – para manter seus aplicativos sempre em dia, visite regularmente o site da Secunia (para mais detalhes, clique aqui ). Aliás, a Fundação Mozilla também disponibiliza uma página de serviços  que verifica se os plug-ins do seu navegador – tanto do Firefox quando do IE, do Opera e do Chrome – precisam ser atualizados, e a Symantec, um serviço que checa a segurança das Webpages pelas quais você eventualmente tenha receio de navegar.
Um ótimo dia a todos.
Postar um comentário