sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Manutenção (conclusão) e humor de sexta-feira

Sabemos que a fragmentação dos dados no HD é uma característica decorrente da maneira como o Windows gerencia o espaço no disco, mas também sabemos que ela compromete sensivelmente a performance global do computador (veja mais detalhes sobre esse assunto na postagem do último dia 04), e ainda que você rode regularmente o defrag ou outro desfragmentador de sua preferência (já analisamos e sugerimos diversas opções), o desempenho não irá melhorar muito se o disco estiver lotado. ara solucionar esse problema, se não for viável adicionar um segundo drive de HD ou substituir o atual por um modelo maior, o jeito é abrir espaço desinstalando softwares desnecessários.
No entanto, há casos em que o remédio pode ser pior do que a doença, já que, ao remover programas, o desinstalador do Windows costuma deixar para trás chaves inválidas no registro, pastas vazias, arquivos inúteis e outros resíduos que acabam degradando o desempenho do PC. Então, baixe e instale o Revo Uninstaller, que pode não ser perfeito, mas funciona melhor.

Observação: Mesmo com as grandes capacidades dos drives atuais, não é difícil comprometer mais de 80% do espaço disponível dos discos (especialmente se você tiver por hábito armazenar filmes e outros arquivos volumosos), quando então a desfragmentação se torna extremamente demorada e o uso da memória virtual, ainda mais lento.

Concluídas as desinstalações, torne a rodar os programinhas sugeridos no post anterior para excluir possíveis resíduos que tenham sobrado e revise os aplicativos que pegam carona na inicialização do Windows com o  Soluto, que se destaca por sua capacidade de reduzir o tempo de boot gerenciando os aplicativos e reorganizando a seqüência em que eles são carregados. (Embora permita habilitar ou desabilitar serviços em segundo plano e especificar manualmente os que devem ser carregados automaticamente durante a inicialização, o “msconfig” do Windows não informa o que pode e o que não pode ser desabilitado com segurança.)
Convém também reconfigurar os processos e serviços que alteram o desempenho do computador clicando em Iniciar > Executar, digitando “services.msc” (sem as aspas) e pressionando Enter - como a lista de opções dessa ferramenta é um tanto confusa, recorta ao Black Viper para saber o que desativar e o que manter no modo manual ou automático (para usuários do XP SP3, o link é http://www.blackviper.com/WinXP/servicecfg.htm). Quem não se sintir à vontade para fazer esses ajustes manualmente pode recorrer ao Complete System Tuneup, que otimiza itens fundamentais para o desempenho da máquina (inicialização, registro, etc.) e fornece atalhos para ferramentas do sistema.

Observação: Sempre que for fazer modificações abrangentes no sistema, crie um ponto de restauração (Iniciar > Todos os Programas > Acessórios > Ferramentas do Sistema > Restauração do Sistema)

Finalmente, para manter a casa “nos trinques” por mais tempo, utilize a opção de “instalação avançada” sempre que for instalar um aplicativo. Instale o software nas pastas padrão, se quiser, mas verifique o que está sendo instalado (alguns programas lhe dão a opção de executar ou não serviços durante a inicialização). Além disso, fique de olho na janela do instalador – ao simplesmente clicar em Next, você pode perder a oportunidade de configurar opções que inibem a instalação de itens adicionais desnecessários, tais como barras de ferramentas para o navegador, utilitários de inicialização e assemelhados.

Passemos agora à nossa tradicional piadinha de sexta-feira:

Rosinha era uma caipirinha de 18 anos, ainda virgem, linda e muito gostosa. João era o garanhão da cidade e vivia tentando levar a moça pra cama, pro quarto, pro mato...

Certo dia, depois de muito insistir, João consegue convencer Rosinha e eles vão pra uma moita atrás da casa dela.
- Mái Jão, mi isprica aí cumé qui é esse negóço de sécho?
- É simpres, Rosinha, bão demais e no finar cê vai gostá muito!
- Tá! Então o que eu faço?
- Primeiro ocê riba a saia!
- Assim?
- É!!!
- Assim mesmo! - responde João, já excitadíssimo.
- I agora, Jão?
- Agora ocê vai baixá a carcinha e dá uma reboladinha pra entrá no crima.
- Pronto, i agora, quê que eu faço?
- Agora ocê agacha e mija, que seu pai tá oiâno nóis...

Era isso, pessoal. Abraços, bom f.d.s. e até mais ler.
Postar um comentário