quinta-feira, 2 de junho de 2011

Disquete de boot e outros que tais.

Muita gente ainda se lembra dos velhos disquetes de boot – tão obsoletos, hoje em dia, quanto o próprio Floppy Drive – que eram criados para inicializar o sistema em situações de emergência, quando a máquina não dava o boot pelo HD (devido a problemas físicos, lógicos, ações de malwares e outros que tais). O que muita gente talvez não saiba é que, a partir da versão XP, todos os discos de instalação do Windows funcionam como discos de boot. Basta inserir a mídia na gavetinha, reconfigurar a ordem de inicialização pelo setup (já vimos como fazer isso), aguardar o programa de instalação identificar uma versão do sistema já instalada e escolher a opção “Reparar esta instalação”.
No Windows 7, todavia, é possível criar um DVD específico para reparar uma instalação defeituosa: basta clicar em Iniciar, digitar “repara” no campo de texto, selecionar o primeiro resultado no menu (Criar um Disco de Reparação do Sistema) e seguir as instruções na tela. No entanto, existe um programinha salva-vidas que dispensa o CD/DVD de instalação do Windows ou o disco de reparação. Ele funciona nas versões XP, Vista e 7 e é fácil de usar. Para mais detalhes, acesse http://www.baixaki.com.br/download/paragon-rescue-kit.htm, que não só oferece o download desse freeware, mas também um tutorial detalhado.
Já se o PC não dá qualquer sinal de vida quando você pressiona o botão de Power – ou se o BIOS emite estranhas seqüências de bips e não completa o boot – o problema deve estar relacionado ao hardware. E se culpado for o HD, e você não dispuser de um backup atualizado de seus arquivos mais importantes, é bom saber que o Recover My Files permite recuperar os dados de um disco rígido problemático.
Claro que se o seu PC estiver inoperante, você precisará remover o drive e conectá-lo a outro computador, preferencialmente usando uma “gaveta” – espécie de case que contém a interface necessária para transformar um HD interno num drive externo USB – compatível com o padrão do seu disco (IDE ou SATA). A versão gratuita do programinha irá mostrar quais arquivos podem ser recuperados e até exibir seu conteúdo, mas você só poderá copiá-los para outro drive depois de pagar a taxa de licença.
Bom dia a todos e até a próxima.
Postar um comentário