segunda-feira, 15 de agosto de 2011

PDF - o mapa do tesouro

O versátil PDF (criado pela Adobe para gerar arquivos que preservam o conteúdo e a formatação dos documentos originais, independentemente do programa e da plataforma com os quais eles foram criados) se tornou extremamente popular, razão pela qual a maioria dos internautas usa o Adobe Reader (ou outra ferramenta similar) para acessar abrir esses arquivos. Criá-los, todavia, já é outra história: para quem não dispõe das versões mais recentes do MS-Office, o jeito é recorrer a “impressoras virtuais” (como o PDFCreator) ou a serviços online (como o disponibilizado em http://www.online-convert.com/, que não só converte arquivos de diversos formatos para o PDF, mas também permite manipular imagens, vídeos, documentos, e-books e arquivos de áudio).
Tudo isso já foi comentado em outras postagens; o mote da de hoje é relembrar que, em determinadas situações, precisamos ou desejamos copiar o conteúdo de um arquivo PDF (todo ou em parte), e aí nos damos conta de que tanto o botão direito do mouse quanto o comando CTLR+C simplesmente não funcionam. Eu mesmo passei por isso dias atrás, ao tentar extrair algumas receitas de um e-book que me foi enviado por um amigo lá de Portugal.

Observação: A idéia não era piratear a obra nem nada parecido. A questão é que, todas as sextas e domingos, eu publico em http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com/ uma dica de tecnologia e uma receita de culinária, e o conteúdo desse livro viria bem a calhar.

Em casos assim, ainda que seja possível transcrever o texto manualmente, o mesmo não se aplica a imagens e outros elementos, e embora o site www.free-ocr.com/ permita extrair o conteúdo desejado – inclusive imagens em apresentações PowerPoint –, o melhor é recorrer a www.ensode.net/pdf-crack.jsf, que cria uma versão desbloqueada do PDF para você salvar em seu HD e editar como quiser, a qualquer momento e sem qualquer restrição. Simples assim (só não esqueça de marcar a caixinha ao lado de terms and conditions).
Bom dia a todos e até mais ler.
Postar um comentário