segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Dicas sobre imagens...

Toda imagem digital é formada por pontos (pixels); quanto maior o número de pontos, maior a “resolução” (expressa em “dpi”, sigla de DOTS PER INCH) e melhor a qualidade da imagem. Por outro lado, resoluções elevadas “inflam” os arquivos e nem sempre oferecem ganhos sensíveis de qualidade – a não ser quando se pretende criar cópias impressas.
Considerando que existem diversos formatos para salvar arquivos de imagens, convém escolher o mais adequado à luz da aplicação pretendida. O bitmap (BMP), por exemplo, oferece excelente resolução – já que não utiliza compressão –, mas gera arquivos gigantescos. Para visualizar imagens no PC, enviá-las por e-mail ou publicá-las na Web, melhor usar o popular JPEG, que produz arquivos bem menores e permite ajustar o fator de compressão de maneira a alcançar um meio-termo entre resolução e tamanho.

Observação: Fique atento a esse detalhe se você costuma postar fotos no Blog. Arquivos pesados demoram a carregar e testam a paciência dos visitantes (especialmente dos que ainda amargam a anacrônica conexão discada). A título de ilustração (desculpe o trocadilho), o tamanho da imagem que decora esta postagem é 148 KB no formato BMP e apenas 10 KB no JPEG.

O Paint pode não ser o melhor editor de imagens do mercado, mas é gratuito, já vem instalado com o Windows e permite converter arquivos facilemente (basta abri-los com o programinha, clicar no menu Arquivo, em Salvar como... e escolher a opção desejada).
Amanhã a gente continua; abraços e até mais ler.
Postar um comentário