sexta-feira, 27 de julho de 2012

Pirataria Eletrônica Automotiva e Humor...


Primeiro os PCs, depois os Smartphones, agora os automóveis: segundo a empresa de segurança digital McAfee, quanto mais tecnologia embarcada, maiores as chances de um cracker invadir o sistema operacional do veículo e destravar portas, desligar o alarme, acionar o motor e executar outras ações que normalmente só seriam possíveis mediante a chave original.
Os fabricantes estão cientes dessas vulnerabilidades e vêm envidando esforços no sentido de aprimorar a segurança de seus softwares, mas eu não ficarei surpreso se daqui a um ou dois anos os antivírus e aplicativos de firewall forem tão comuns no âmbito automotivo quanto o são atualmente no âmbito da computação pessoal.

Passemos agora à nossa tradicional piadinha de sexta-feira:

Aconselhada por seu antecessor e mentor, a presidente Dilma enviou um fax ao presidente do Líbano solicitando uma doação para o programa Fome Zero. No dia seguinte, ela recebeu a seguinte resposta: BD BL VBB 62
Como não conseguiu decifrar a mensagem, a presidente recorreu a Lula, que, com seus profundos conhecimentos de linguística, analisou o documento e concluir que BD correspondia a Bem Depositado, BL a Beleza, VBB a Via Banco do Brasil e 6 e 2 a US$ 62.000.000.
Mas a tal transferência não foi localizado no Banco do Brasil (nem no Banco Bradesco, Bando de Boston, Banco Bamerindus, etc.). Confusos, Dilma e Lula mandaram chamar o Samir – funcionário subalterno do Palácio do Planalto, mas filho de libaneses –, que em poucos segundos traduziu a mensagem: Brezidenta Dilma Bresidente Lula Vai Buda Bariu Seis Dois! 

Bom final de semana a todos.
Postar um comentário