segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

DICAS DE NATAL - ADAPTADOR USB/TOMADA, iPAD MINI e QUIBES de dar água na boca

Se a autonomia do seu smartphone não é lá aquelas coisas, uma boa ideia é usar a interface USB do seu note (ou do PC da escola ou do trabalho) para recarregar a bateria. Entretanto, considerando que a interface USB 2.0 entrega tensão máxima de 500 mA – e que somente alguns PCs de topo de linha já disponibilizam a versão 3.0 –, é melhor recorrer a um carregador portátil, daqueles que a gente pluga no acendedor de cigarros do carro, ou então adquirir um adaptador USB/TOMADA (em ambos os casos, você obterá o dobro da tensão e carregará seus gadgets bem mais rapidamente).
Dada a proximidade do Natal, não custa observar se seu amigo oculto também costuma plugar o celular no computador, e em sendo o caso, presenteie-o com um adaptador (clique aqui para acessar a página do Mercado Livre que oferece diversas opções com preços que vão de R$ 3,00 a R$ 42,99).

Mudando de pato para ganso, caso o contracheque mais gordo deste mês anime o amigo leitor (ou a amiga leitora) a adquirir seu tão sonhado tablet, convém avaliar iPad Mini - versão encolhida do iPas 2, com tela de 7.9", processador A5 dual core, 16 GB de memória. "Lá fora", ele custa US$ 329 (Wi-Fi) e US$ 499 (4G). O lançamento oficial, aqui pelas nossas bandas, ainda não tem data prevista, mas basta inserir iPod Mini no campo de buscas do Mercado Livre para encontrar dezenas de ofertas.

Passando agora à dica culinária da vez, veja como fazer quibes deliciosos.
Você vai precisar de:

1 kg de patinho – bem limpo e moído duas vezes (prepare em seguida, para evitar que a carne perca o frescor e fique escura).
½ Kg de trigo para quibe (fino e de boa qualidade);
3 cebolas grandes;
4 dentes de alho;
2 colheres (sopa) de tempero árabe (canela, noz-moscada, cominho e pimenta da Jamaica, moídas e misturadas em partes iguais);
1 xícara (chá) de salsinha fresca;
1 xícara (chá) de hortelã bem fresquinha (use só as folhas);
Sal e pimenta a gosto.

Lave bem o trigo (repita a operação até a água ficar limpa) e deixe de molho por aproximadamente 15 minutos. Enquanto isso, pique, processe ou bata no liquidificador o alho, as cebolas, a salsinha e a hortelã, junte a carne, regue com um fio de azeite extravirgem, acrescente o tempero árabe, acerte o ponto do sal e torne a processar por mais 30 segundos. Ao final, escorra a água, passe o trigo por uma peneira (ou pano limpo) e esprema até remover toda a umidade.

Observação: Neste ponto, existem duas possibilidades: Se você for fazer quibes crus ou de bandeja, junte toda a carne temperada e processada ao trigo lavado e escorrido, molhe as mãos em água gelada, misture até obter uma pasta homogênea, cubra com um pano e deixe no refrigerador por aproximadamente ½ hora. Já se a ideia for fazer quibes fritos, divida a carne em duas porções iguais, junte o trigo escorrido a uma delas e proceda conforme o tópico anterior. Enquanto a massa descansa na geladeira, derreta uma colher (sopa) de manteiga – com um fio de azeite para não queimar –, doure duas cebolas grandes raladas e cozinhe a metade remanescente da carne temperada e processada. Acerte o ponto do sal, adicione duas colheres de suco de limão, pimenta do reino a gosto e reserve.

Montagem:

Ao cabo dos 30 minutos, retire a tigela da geladeira, torne a molhar as mãos em água gelada e molde os quibes crus (ilustração à esquerda) no tamanho e formato desejados. Depois, decore cada um deles com uma folha de hortelã e sirva com pão sírio, cebola (em pétalas ou rodelas), limão (em gomos ou fatias) e azeite extravirgem à vontade.
Para o quibe de bandeja, divida a massa em duas partes, espalhe uma delas numa travessa refratária untada, adicione uma camada de cebola picadinha refogada na manteiga, cubra com a outra parte, pincele com manteiga manteiga, risque desenhos em forma de losango e leve ao forno (pré-aquecido a 180º) por cerca de 40 minutos ou até que a superfície fique dourada. Corte então os losangos e sirva quente, com o acompanhamento de sua preferência.
Já para quibes fritos, molhe as mãos em água gelada, faça bolinhas de massa com aproximadamente 5 centímetros de diâmetro, fure-as com o dedo indicador, rode-as na palma da mão até que assumam o formato de um pequeno ovo de páscoa, adicione o recheio que você preparou, feche as pontas e frite em óleo bem quente (ou congele para fritar em outra oportunidade).
Enfeite com folhas de hortelã e sirva com gomos de limão para espremer e pimenta tabasco (há quem prefira mostarda e ketchup).

Sugestão: Experimente substituir a carne moída do recheio por uma colherada generosa de requeijão cremoso ou por um polenguinho sabor gorgonzola.

Abraços a todos e até amanhã, se Deus quiser.
Postar um comentário