quarta-feira, 19 de junho de 2013

5 DICAS SOBRE SENHAS, CRIPTOGRAFIA E SEGURANÇA DIGITAL


Mais vale chegar atrasado neste mundo do que adiantado no outro.

Conforme eu já disse – mas não me canso de repetir, em atenção aos recém-chegados –, um dos princípios elementares da segurança digital consiste em criar senhas (chaves virtuais que garantem acesso ao sistema, arquivos, aplicativos e webservices que utilizamos em nosso dia-a-dia). Então, anote aí:

1. As senhas devem ser fortes, mas fáceis de memorizar – de nada adianta anotar um password num post-it e colá-lo na moldura do monitor. Fuja de obviedades (data de nascimento, número de telefone, placa do carro, etc.) e evite palavras registradas nos dicionários, sequências como 123456, abc123 ou padrões como ioioioi ou querty, que são as primeiras possibilidades testadas pelos crackers. Uma boa ideia é aproveitar as primeiras letras de uma frase, poema ou canção, misturar letras maiúsculas com minúsculas e adicionar algarismos e caracteres especiais.

Observação: Para criar senhas seguras, podemos recorrer ao MAKE ME A PASSWORD, e para testá-las, à CENTRAL DE PROTEÇÃO E SEGURANÇA DA MICROSOFT, ao HOW SECURE IS MY PASSWORD? ou ao THE PASSWORD METER.

2.  A Microsoft vem aprimorando sua política de senhas e contas de usuário a cada nova edição do Windows. Se você compartilha o PC com outros usuários, crie contas limitadas para cada um deles: no Seven, basta acessar o Painel de controle, clicar em CONTAS DE USUÁRIO E SEGURANÇA FAMILIAR/ADICIONAR OU REMOVER CONTAS DE USUÁRIO /CRIAR UMA NOVA CONTA e seguir as instruções. Aproveite para criar uma conta limitada também para você e deixe a de administrador para situações de real necessidade, de modo a prevenir desconfigurações acidentais e inibir a ação de códigos maliciosos.

3. A exigência da senha de logon retarda em alguns segundos a inicialização; no Seven, caso você seja o único usuário do computador, tecle Windows + R, digite netplwiz na caixa de diálogo, clique em OK, desmarque a opção Os usuários devem utilizar um nome de usuário e uma senha para usar este computador, introduza os dados solicitados e clique novamente em OK (se você ainda usa o XP, clique aqui para saber como configurar o logon automático).

Observação: Evite o retardo decorrente da “dupla inicialização” do Windows. Pondo em prática esta esta dica, você liga o computador, vai tomar um cafezinho e, quando volta, é só fazer o logon para que o sistema seja imediatamente liberado para uso.

4. A senha de logon do Windows não é uma muralha intransponível (há diversas maneiras de quebrar senhas; em casos extremos, basta remover o HD e instalá-lo em outra máquina para bisbilhotar seu conteúdo, mas isso não vem ao caso). Demais disso, quem dispuser de uma conta de administrador terá acesso irrestrito ao sistema e a todos os arquivos – seus e dos demais usuários. Mesmo assim, esquecer a senha pode acarretar muita dor de cabeça, razão pela qual é recomendável criar um disco de redefinição: insira um CD ou DVD na gavetinha (ou plugue um pendrive na portinha USB), clique em Iniciar/Painel de Controle/Contas de Usuário e Segurança Familiar/Contas de usuário e, no painel à esquerda, selecione Criar um disco de redefinição de senha e siga as instruções nas telas.

5. Para proteger seus arquivos pessoais, utilize os recursos de criptografia disponíveis nas versões Ultimate e Enterprise do Seven (para saber mais, clique aqui) ou, na falta deles, baixe e instale o TrueCrypt.

Tenham todos um ótimo dia.
Postar um comentário