sexta-feira, 9 de agosto de 2013

PARTICIONAMENTO DO HD - COMO CRIAR E OCULTAR PARTIÇÕES NO WINDOWS 7 e humor...


ESPOSA É AQUELA AMIGA E COMPANHEIRA QUE ESTÁ SEMPRE ALI, PRONTA PARA AJUDÁ-LO A RESOLVER TODOS OS PROBLEMAS QUE VOCÊ NÃO TERIA SE ESTIVESSE SOLTEIRO.

Antes de passar ao mote do post de hoje, cumpre lembrar (mais uma vez) que isso aqui não é um monólogo.  Apesar de já estarmos em agosto, as últimas três postagens não só foram pouco acessadas quanto como também quase não receberam (curiosamente, nem mesmo SPAM!). Vamos participar, pessoal!

Fracionar o HD em duas ou mais unidades lógicas sempre foi uma prática recomendável: da feita que cada volume é “enxergado” como um drive independente, você pode separar seus arquivos pessoais do sistema e demais aplicativos e assim poupá-los da formatação necessária a uma eventual reinstalação completa do Windows. Aliás, diante do espaço disponibilizado pelos drives atuais, a maioria dos fabricantes de PCs entrega seus produtos com duas partições utilizáveis e uma terceira, oculta, destinada a abrigar os arquivos necessários à reversão do software às condições originais de fábrica (essa partição, geralmente limitada a algumas dezenas de gigabytes, substitui a mídia de instalação do sistema e é mantida invisível para evitar que alguém a modifique ou utilize inadvertidamente para outros fins).
Antes de mostrar como ocultar qualquer partição ou drive existente no computador, cumpre relembrar que criar e formatar novas unidades lógicas, nas versões mais recentes do Windows, independe das tradicionais ferramentas baseadas no velho MS-DOS, que apagavam todos os arquivos armazenados no disco. No Seven, por exemplo, você pode executar esse procedimento “dentro” do próprio sistema.
Para tanto:

  • Pressione as teclas Windows+R, digite diskmgmt.msc na caixa do menu Executar e tecle Enter.
  • A tela que se abre em seguida exibe todas as partições disponíveis, inclusive as ocultas. Dê um clique direito sobre a unidade desejada, selecione a opção Diminuir Volume..., aguarde o cálculo do espaço disponível e então defina o espaço da nova partição e clique em Diminuir.
ObservaçãoEssas configurações devem ser feitas tomando como base o tamanho do disco e das partições em megabytes, que podem ser convertidos em gigabytes mediante a divisão do valor por 1.024.

  • Ainda na tela do Gerenciamento de disco, dê um clique direito sobre o espaço não alocado e selecione a opção Novo Volume Simples...
  • Na janela do Assistente para Novas Partições Simples, clique em Avançar e ajuste a quantidade de espaço a ser utilizado (por padrão, o Windows seleciona todo o espaço não alocado disponível, mas você pode alterar esse valor caso pretenda criar mais partições).
  • Defina então letra para a nova unidade, formate o espaço respectivo e digite um nome no campo Rótulo do Volume (opcional).
  • Finalmente, confira se os dados correspondem àquilo que você definiu e, caso afirmativo, clique em Concluir e aguarde a conclusão do processo, que tornará o espaço anteriormente marcado como não alocado pronto para ser usado como uma nova partição. 
  • O último passo é formatar o espaço do disco rígido destinado à nova partição criada. Se essa etapa não for cumprida, não será possível armazenar os arquivos de forma efetiva. Na caixa de diálogo Formatar partição, para executar o procedimento com as configurações padrão, clique em Avançar, examine suas escolhas e clique em Concluir
Observação: Note que os sistemas de arquivos mais comumente utilizados pelo Windows são o NTFS e o FAT32. Este último é mais rápido, mas o primeiro, além de mais seguro, permite trabalhar com grandes volumes de arquivos e criar permissões de acesso de forma mais elaborada.

Se você quiser criar mais partições, basta repetir os procedimentos sugeridos. Já para desativar uma partição, torne a acessar a janela do Gerenciamento de disco, clique com o botão direito sobre ela e selecione a opção Excluir volume... Tenha em mente, porém, que isso irá resultar no apagamento de todos os dados armazenados nessa unidade, de modo que, antes de excluí-la, convém criar um backup em outra partição, pendrive ou disco virtual.

Para evitar que esta postagem fique ainda mais longa, vamos deixar o restante para a próxima e passar ao nosso humor de sexta-feira:


A loura estava tentando abrir uma garrafa de Coca-Cola de 600 ml e não conseguia:
- Que inferno! 
O dono do bar explicou:
- Você tem que torcer.
E a loura, batendo palmas:
- ABRE! ABRE! ABRE!

Abraços e um bom final de semana a todos.
Postar um comentário