quarta-feira, 18 de setembro de 2013

QUANDO O WINDOWS "DA PAU" (final)

ORIGINALIDADE É A ARTE DE OCULTAR AS FONTES.
Sem sinal de malwares, incompatibilidades de hardware ou problema com a RAM? Então puxe pela memória (a sua, não a do PC) e veja se o comportamento anormal da máquina não se seguiu à instalação de algum aplicativo ou atualização do Windows, por exemplo. Caso afirmativo, se um ponto de restauração foi criado, é possível que a reversão faça com que tudo volte a ser como antes no Quartel de Abrantes. Na impossibilidade, remova o aplicativo ou patch suspeito (preferencialmente com o REVO UNINSTALLER ou o IOBIT UNINSTALLER e então rode o CCLEANER ou o ADVANCED SYSTEM CARE, para eliminar possíveis sobras indesejáveis.
Se não houve instalação ou atualização de software, ou se o problema não foi eliminado com a restauração do sistema e/ou da remoção dos arquivos suspeitos, outro potencial culpado é o excesso de calor no interior do gabinete. A propósito, vale lembrar que o PC deve ser instalado num local arejado, ao abrigo da incidência direta da luz solar e afastado alguns centímetros das paredes ou laterais da mesinha. Demais disso, suas ranhuras de ventilação (frontais, laterais e traseiras) precisam estar desobstruídas e os micro-ventiladores, livres de poeira e outros detritos que possam comprometer sua eficácia da refrigeração do processador e demais componentes internos.

Observação: Abrir o gabinete e fazer uma faxina em regra, de tempos em tempos, é essencial para evitar problemas de mau contato, superaquecimento e afins – para mais informações, clique aqui.

Por último, mas nem por isso menos importante, sua fonte de alimentação deve ser capaz de abastecer todos os componentes e periféricos do PC (um modelo de 500 ou 600 Watts de potencia real deve ser suficiente). Demais disso, qualquer informação que você extrair de uma tela azul pode ser uma pista importante para a solução do problema. Anote-as e faça uma busca online, ou então recorra ao BlueScreenView ou ao Windows Error Lookup ToolPara mais considerações e dicas sobre o tema em pauta, pesquise o Blog e não deixe de ler a sequência de postagens DEU PAU?, publicada entre os dias 08 e 15 de fevereiro de 2007.

Boa sorte a todos.
Postar um comentário