terça-feira, 22 de outubro de 2013

GERENCIADOR DE TAREFAS DO WINDOWS 7 - PROCESSOS E SERVIÇOS

CARPE DIEM

Um sistema computacional é composto basicamente por dois segmentos distintos, conquanto complementares: o hardware e o software, sendo que este último engloba tanto o Sistema Operacional quanto os aplicativos, processos e serviços.
Numa definição rasteira, aplicativos são os programas que adicionamos ao sistema; processos e serviços são conjuntos de instruções em linguagem de máquina que executam em segundo plano uma vasta gama de tarefas específicas (geralmente os processos estão associados a aplicativos, ao passo que os serviços dão suporte ao SO e seus componentes).
Para interagir com esse cipoal, dê um clique num ponto vazio da Barra de Tarefas e selecione Iniciar Gerenciador de Tarefas, cuja guia Aplicativos exibe, em tempo real, o status dos programas abertos (Em execução/Não respondendo). Caso algum deles esteja travado, dê um clique direito sobre ele e clique em Finalizar Tarefa (note que qualquer alteração que não tenha sido salva será perdida). Já se o Windows congelar, mas ainda for possível acessar o Gerenciador, abra a guia Processos, dê um clique direito em explorer.exe, selecione a opção Finalizar Processo, clique em Arquivo>Nova Tarefa (executar), digite explorer.exe e dê OK (há boas chances de o sistema voltar ao normal sem que seja preciso reiniciar o computador).

Observação: Se você briga frequentemente com aplicativos insubmissos, baixe o SuperF4. A partir daí, sempre que um programa se recusar a fechar, pressione Windows+F4 e mova o ponteiro do mouse (que irá assumir a forma de uma caveira com duas tíbias cruzadas) até a janela rebelde, dê um clique e pronto: o programa será fechado no ato, esteja ele travado ou não.

A guia Processos lista os processos que rodam em segundo plano e oferece informações sobre eles – clique em Exibir>Selecionar colunas e marque as opções que você deseja visualizar. Se identificar algum item que esteja monopolizando a CPU, por exemplo, dê um clique direito sobre ele, pouse o mouse em Definir prioridade e marque a opção Abaixo da normal.

Observação: O tempo do processador é dividido em pequenos intervalos (time-slice), e os processos são organizados em fila para receber suas "fatias". Reduzindo a prioridade de tarefas pesadas executadas em segundo plano – como a varredura do sistema pelo antivírus, por exemplo – , você continuará usando o computador sem notar grande perda de desempenho do sistema como um todo.

Com alguma expertise, uma análise detalhada do que roda em segundo plano permite até mesmo identificar malwares no sistema. No entanto, como os nomes dos executáveis dificultam saber quem é quem e faz o quê, dê um clique direito sobre cada um dos itens suspeitos e clique em Propriedades>Detalhes. Se as informações forem insuficientes, faça uma busca no LIUTILITES, por exemplo, ou recorra ao FILEINSPECT (basta digitar o nome do processo para descobrir qual programa o ativou e qual a sua utilidade).
Os nomes na guia Serviços são ainda mais enigmáticos e, para complicar, seu menu de contexto oferece somente as opções iniciar, interromper ou ir para processo (o que, no mais das vezes, não leva a lugar algum). No entanto, você pode reduzir o tempo de boot e melhorar o desempenho do sistema clicando em Serviços (no campo inferior direito da janela) e reajustando o modo de inicialização de alguns deles.

Observação: Para não mexer onde não deve, acesse www.sysinfo.org/startuplist.php, ou, se preferir, aguarde mais alguns dias, pois voltaremos a esse assunto com mais detalhes.

A guia Desempenho exibe uma visão geral do computador em tempo real – uso do processador e da memória, número de identificadores, threads e processos em execução, e por aí vai. No item Total, na seção Memória Física (MB), por exemplo, você vê a quantidade de memória RAM instalada, enquanto que o item Tempo de Atividade informa há quanto tempo a sessão atual do Windows se encontra em andamento, mas as demais informações não são de grande utilidade prática para a maioria dos usuários domésticos (e o mesmo se pode dizer das guias Rede e Usuários).

Abraços e até mais ler.   
Postar um comentário