sexta-feira, 22 de novembro de 2013

EMAIL GRATUITO CRIPTOGRAFADO PARA TODOS OS BRASILEIROS e HUMOR...


O SILÊNCIO É A ÚNICA RESPOSTA QUE DEVEMOS DAR AOS TOLOS, PORQUE, ONDE A IGNORÂNCIA FALA, A INTELIGÊNCIA NÃO DÁ PALPITES.

Segundo uma matéria publicada no portal IDGNOW, o governo irá oferecer um serviço de e-mail gratuito criptografado para todos os brasileiros, remunerado mediante anúncios, como o modelo de negócios consagrado pelo Google. Mas se o leitor está otimista com essa perspectiva, basta analisar melhor o contexto para ver que existe um lobo debaixo da pele do cordeiro.
A uma, porque essa tentativa demagógica de dar uma “resposta” aos EUA aos episódios de espionagem envolvendo ambos os países carece de eficiência de ordem prática. A duas, porque eternizar-se no poder é uma ambição pública e notória dos lulopetistas, e o restabelecimento da censura, o fim da liberdade de Imprensa e o controle das informações que devem (ou não) chegar ouvidos do cidadão seriam de grande valia.
Naturalmente, seria preciso também controlar a Internet, e o governo não perde uma chance de tentar mudar as regras do jogo: agora, a ideia é forçar os provedores a manter as informações dos usuários em seus respectivos países – medida que, além de contraproducente para o bolso dos usuários, avilta frontalmente a neutralidade da Grande Rede. Mas isso é uma história que fica para outra vez.

Passemos agora ao nosso tradicional humor de sexta-feira:

Um gaúcho entra na delegacia de polícia em Uruguaiana e dirige-se ao delegado:
-Vim me entregar, cometi um crime e desde então não consigo viver em paz.
- Tchê, disse o delegado, as leis aqui são muito brabas e são cumpridas. Se tu és mesmo culpado, não terá apelação nem dor de consciência que te livre da cadeia. Mas fala...
- Atropelei um petista na estrada BR-472, perto de Itaqui.
- Ora xirú, como tu podes te culpar se estes petistas atravessam as ruas e as estradas a todo tempo?
- Mas o vivente estava no acostamento.
- Se estava no acostamento é porque queria atravessar; se não fosse tu, seria outro qualquer.
- Mas não tive nem a hombridade de avisar a família daquele coitado, sou um porqueira!
- Bueno, se tu tivesse avisado haveria manifestação, repúdio popular, passeata, repressão, pancadaria e morreria muito mais gente. Acho o senhor um pacifista, merece uma estátua.
- Mas senhor delegado, eu enterrei o coitado ali mesmo, na beira da estrada.
- Tá provado, tu és um grande humanista... enterrar um petista... és um benfeitor. Outro qualquer o abandonaria ali mesmo para ser comido por urubus e outros animais, provavelmente até hienas.
- Mas enquanto eu o enterrava, ele gritava: estou vivo, estou vivo!
- Garanto que era mentira dele. Esses petistas mentem o tempo todo. Você não viu o mensalão?

Um ótimo f.d.s a todos.
Postar um comentário