terça-feira, 3 de dezembro de 2013

COMO EVITAR PROBLEMAS DE EDIÇÃO OU APAGAMENTO INVOLUNTÁRIO DE ARQUIVOS

O inteligente sabe o que fala. O ignorante fala o que sabe.

Embora os dados deletados só sejam eliminados definitivamente do HD depois de sobrescritos – até lá, sempre se pode tentar resgatá-los com programinhas como o PC Inspector File Recovery –, o Restaurador de Arquivos do Seven, que funciona em paralelo com a ferramenta de backup nativa do Windows e a restauração do sistema, pode salvar a sua pele em caso de edições mal sucedidas ou apagamento involuntário dos ditos-cujos. Para tanto, basta dar um clique direito sobre o ícone do arquivo cuja edição você pretende desfazer, selecionar Restaurar versões anteriores, escolher a opção desejada e clicar em Restaurar (se quiser que a versão antiga sobrescreva a mais recente) ou em Copiar (para salvar uma cópia em outro local).
Convém ter em mente que esse recurso nem sempre funciona: a título de exemplo, durante uma limpeza na Área de Trabalho eu deletei sem querer o arquivo .DOC que uso para elaborar minhas matérias, e com ele se foram dúzias de “pensamentos selecionados” (aquelas frases de efeito que encabeçam as postagens) e dois artigos extensos e complicados, que estavam em fase de revisão. Como eu não havia ativado a ferramenta de backup e costumo colocar o sistema em Suspensão durante a noite, não havia ponto de restauração.
Para evitar que algo assim aconteça com a tese de doutorado, biografia ou romance em que você vem trabalhando nas horas vagas, transfira o arquivo de texto da Área de Trabalho para Documentos, por exemplo, e então dê um clique direito sobre ele, clique em Enviar para e selecione Desktop. Assim, se você apagar o atalho acidentalmente, poderá criar outro com uns poucos cliques do mouse.

Observação: Por padrão, sempre que deletamos um arquivo, atalho ou seja lá o que for, o Windows exibe uma caixa de diálogo solicitando a confirmação da exclusão. Quando clicamos em SIM, o item em questão é movido para a Lixeira, onde permanece até que ela seja esvaziada ou que o espaço disponível se esgote. Embora seja possível modificar essas configurações, convém mantê-las, pois é mais fácil recuperar um arquivo da Lixeira do que jogar com a sorte tentando fazê-lo depois do apagamento “definitivo”.

Um bom dia a todos e até amanhã, se Deus quiser.
Postar um comentário