quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

SELFIES - CAPRICHE NA FOTO

POR SER UM GRANDE VIVEIRO DE CABEÇAS BALDIAS, O BRASIL TEM TUDO A VER COM O EX-OPERÁRIO SEM COMPROMISSO COM A VERDADE E COM A MULHER QUE FALA "DILMÊS” E NÃO DIZ COISA COM COISA.


Gostemos ou não, as selfies vieram para ficar – pelo menos por um bom tempo. Então, se temos de aturá-las, seria bom que as imagens fossem de qualidade. Para tanto, basta seguir algumas dicas simples, mas fundamentais:

·        "Selfies" exigem que você cheque ângulos e fundos, o que só pode se feito com a câmera frontal. Invista em um smartphone com essa função para aprimorar suas fotos e evitar que seu braço ou mão vazem para a imagem. Na falta dela, repita as fotos até que o enquadramento, a luz e o plano de fundo fiquem comme Il faut.

·        Os smartphones permitem editar as fotos antes de publicá-las. Para tanto, recorra a aplicativos como o Photoshop Express (disponível para iOS e Android), que, dentre outras funções, ajustam a exposição e o foco.

·        Descubra quais ângulos favorecem sua aparência. Posicionar a câmera acima do rosto é um ótimo truque disfarçar o tamanho do nariz (inclinar levemente a cabeça para o lado ou para baixo também ajuda). Ao clicar, sorria; se não conseguir, fique sério. Cara de pato, com aquele biquinho inconcebível, nem pensar.

·        Opte por locais com paredes lisas ou, ao ar livre, deixe o mar ou a vegetação natural enriquecerem as imagens. No aconchego do seu quarto, tênis emborcados e meias, cuecas ou toalhas sobre a cama passam impressão de desleixo.

·        Vista-se (ou dispa-se) de acordo com o contexto – e com seus objetivos, naturalmente –, mas não confunda foto sensual com pornografia: nus frontais acintosos, com uma casquinha de sorvete adicionada durante a edição para cobrir o dito cujo (ou a dita cuja), dão uma boa ideia do seu caráter, e podem ter um efeito devastador se alguém enviá-las para seus superiores hierárquicos, por exemplo. 
·        O espelho é uma opção para quem não dispõe de uma câmera frontal, mas utilizá-lo exige que o vidro esteja imaculadamente limpo e o flash, desligado. Demais disso, convém evitar backlights (iluminação de fundo), que podem tornar sua imagem na foto uma espécie de sombra. Prefira dar seus cliques em ambientes onde haja fartura de luz natural ou, no caso de luz artificial, cuidar para que ela o ilumine de frente.     

Abraços a todos e até amanhã.
Postar um comentário