sexta-feira, 16 de maio de 2014

AINDA OS ÍCONES - Humor de sexta-feira

QUANDO NÃO PODEMOS CORRIGIR ALGUMA COISA, O MELHOR A FAZER É SUPORTÁ-LA.

Eu até pensei em comentar os protestos que tornaram a eclodir ontem, mas como sei que muitos leitores não gostam de política (como eu mesmo não gosto), vou deixar o barco correr. No entanto, vai chegar a hora em que teremos de enfrentar a realidade, que para mim está clara e cristalina há um bom tempo: ou apeamos os PTralhas do poder, ou estaremos todos fo***os.  

Se seu Explorer exibir ícones incorretos ou substituí-los pelo modelo genérico do Windows - como se não houvesse um aplicativo associado a eles -, é possível que algum programa malcomportado tenha corrompido as propriedades dos atalhos, ou alguma ferramenta de manutenção tenha se esmerado demais em faxinar o sistema. Felizmente, solucionar esse problema não leva mais do que alguns minutos.
Tente primeiramente desligar e religar o computador. Se não resolver, clique em Iniciar > Computador, dê um clique direito na sua unidade de sistema (geralmente C:) e execute a Limpeza de Disco (assegure-se de que a opção Miniaturas esteja marcada). Se nem assim resolver:
  1. Feche todos os programas, tecle Ctrl+Shift+Esc para convocar o Gerenciador de Tarefas e, na aba Processos, selecione Explorer.exe e clique em Finalizar Processo.
  2. No menu Arquivo do Gerenciador, clique em Nova Tarefa (Executar...), digite cmd /c del %userprofile%\AppData\Local\IconCache.db /a e tecle Enter.
  3. Torne a abrir o menu Arquivo e a clicar em Nova Tarefa (Executar...), digite desta feita Explorer.exe e pressione Enter.
A menos que haja outros problemas com o seu sistema, o Explorer será reiniciado e tudo voltará a ser como antes no Quartel de Abrantes.

Observação: Caso você ligue o computador e se depare com os ícones da Área de Trabalho bagunçados, recorra ao DesktopOK, que restaura o layout com um par de cliques.

Passemos agora à piadinha de f.d.s.

A professora pergunta na sala de aula:
- Pedrinho, qual a profissão de seu pai?
- Ele é advogado, fessora.
- E o seu pai, Marianinha?
- Engenheiro.
- E o seu, Aninha?
- Ele é médico
-E o seu, Joãozinho, o que ele faz?
-Ele... Ele é dançarino numa boate gay!
- Como assim???
- Fessora, ele dança vestido de mulher, com uma tanguinha minúscula de lantejoulas, e faz programas com os clientes.
A professora dispensou toda a classe, menos Joãozinho.
- Menino, o seu pai realmente faz isso?
- Não, fessora, ele é Deputado Federal... Mas como ia dizer isso na frente dos outros?





Bom f.d.s. a todos e até mais ler.
Postar um comentário