segunda-feira, 2 de junho de 2014

MIGRANDO DO CELULAR PARA UM SMARTPHONE ANDROID

O REAL NÃO ESTÁ NEM NA SAÍDA, NEM NA CHEGADA, MAS SIM NO MEIO DA TRAVESSIA.

Conforme já comentei aqui no Blog, acho o LG A290 Tri Chip um excelente celular, mas uma oferta que não pude recusar levou-me a migrar para o LG Optimus F5 P875, mesmo diante da cabulosa curva de aprendizado que a adoção um novo aparelho costuma impor.
Num primeiro momento, chamou-me a atenção a parcimônia do fabricante no que concerne a acessórios: além do telefone propriamente dito, a caixinha trazia a bateria, o fone de ouvido, o carregador e respectivo cabo – usado também para transferir dados via interface USB –, bem como uma versão resumida do manual do usuário (a completa deve ser baixada do site da LG).

Observação: Não pude deixar de sentir saudades do meu velho Motorola V3, que vinha com capinha de couro, presilha para cinto, cartão de memória e manual impresso do tamanho de um “pocket book”.


Cumpre salientar que os diferentes modelos de SIM-Cards podem dar trabalho a quem migra de um celular básico para um smartphone de fabricação recente, por exemplo. Claro que esse obstáculo pode ser contornado mediante a transformação de um Mini-SIM num Micro-SIM com o auxílio de uma tesoura ou um estilete (há inúmeros tutoriais na Web a esse respeito), mas o  melhor, a meu ver, é adquirir o chip adequado numa loja credenciada pela operadora (que custa em média R$10) e solicitar a transferência dos dados a partir do cartão antigo.

Observação: Note que, nesse caso, sua agenda de contatos e demais arquivos salvos na memória do SIM-Card antigo serão perdidos, pois ele deixa de funcionar quando o novo é habilitado. Alternativamente, você pode tentar transferir os dados por Bluetooth (obtenha mais informações no manual do aparelho ou no si fabricante).

Sobrando um tempinho, não deixe de assistir ao vídeo a seguir;


Amanhã tem mais; abraços e até lá..
Postar um comentário