terça-feira, 5 de agosto de 2014

O FIM DA ERA PC


FATOS NÃO DEIXAM DE EXISTIR PORQUE SÃO IGNORADOS.

Já faz anos que profetas das mais diversas cataduras vêm prevendo o fim iminente dos PCs, dada a lenta, mas progressiva, redução nas vendas dos desktops e notebooks. No entanto, seria bom lembrar aos vates de plantão que smartphones e tablets também são PCs – sigla de Personal Computer – e a despeito do aquecimento nas vendas desses gadgets, estatísticas podem ser enganadoras.
Segundo as projeções do GARTNER GROUP, a aposentadoria do Windows XP deve resultar no aquecimento das vendas de PCs em todo o mundo. Os números deste ano devem ficar 3% abaixo dos do ano passado, que foram menores que os do retrasado, mas espera-se que eles voltem a crescer no ano que vem, notadamente devido às atualizações de PCs comerciais antigos que rodavam o XP.  
Muitas empresas estão optando pelo Seven em detrimento da edição mais recente do Windows, que é vista como um OS para tablets. De olho nesse mercado e em milhões de consumidores domésticos que não se sentem estimulados a migrar para o Eight, a Microsoft já está com o Nine no forno (talvez tenhamos novidades a propósito já nos próximos meses).
Para quem gosta de números:

·        A Gartner estima que, neste ano, as vendas globais de PCs (aí incluídos os smartphones e tablets) devem chegar a 2,4 bilhões de unidades (4,2% mais do que no ano passado).
·        Desde 2010 (quando o iPad foi lançado), cada vez mais tablets vêm sendo adotados como alternativa aos PCs convencionais – em 2015, as vendas devem alcançar 320 milhões de unidades, superando pela primeira vez os PCs convencionais.
·        Já os smartphones continuam imbatíveis, com 1.86 bilhão de unidades vendidas neste ano (3,1% mais do que em 2013) e uma perspectiva de 1.95 para o próximo, com a predominância esmagadora do SO Android (leia-se Google).

Abraços a todos e até mais ler.

Postar um comentário