quinta-feira, 7 de agosto de 2014

TECLADO PROBLEMÁTICO - NEM SEMPRE É VIRUS

O PESSIMISTA SE QUEIXA DO VENTO, O OTIMISTA ESPERA QUE ELE MUDE, E O REALISTA AJUSTA AS VELAS.

Dias atrás, do nada, meu teclado assumiu um comportamento estranho: sempre que eu pressionava a tecla Shift para obter o acento agudo, o caractere que surgia na tela era o da chave – não me lembro se aberta ou fechada. Situações assim sugerem a ação de programinhas maliciosos, mas existem outras origens possíveis.
Se nada de estranho for identificado depois de você atualizar e rodar seu antivírus, pressione as teclas Windows+R, dite mrt na caixa de diálogo e dê Enter (e/ou recorra a um dos diversos antivírus online que a gente já sugeriu aqui no Blog). Nada ainda? Clique então em Iniciar, digite região no campo de buscas, clique em Região e Idioma > Teclados e Idiomas, em Alterar teclados e, em Idioma de entrada padrão, escolha Português (Brasil) – Português (Brasil ABNT) e confirme. Se essa opção não estiver disponível em Serviços Instalados, clique em Adicionar, selecione-a, mova-a para o topo da lista, confirme, encerre e reinicie o sistema. Se isso também não resolver, pressione simultaneamente as duas teclas Shift (isso fará com que o dispositivo volte ao normal, pelo menos por algum tempo).
A boa notícia é que um teclado sem grandes firulas, mas de marcas renomadas como Logitech, Genius, ou até mesmo Microsoft, podem ser encontrados por algo em torno de R$ 50. No entanto, com um pouco de sorte – como foi o meu caso –, basta encerrar e reabrir o MS Word para que tudo volte a ser como antes no quartel de Abrantes.
Abraços e até mais ler.
Postar um comentário