terça-feira, 30 de setembro de 2014

DE VOLTA AO CRAPWARE, BLOATWARE, ADWARE, SPYWARE E OUTROS PUPS - COMO REMOVÊ-LOS COM O ADWCLEANER

MUITAS VEZES, PELO BEM DOS NOSSOS AMIGOS, PRECISAMOS NÃO ACREDITAR NO QUE DIZEM E DIZER NÃO AO QUE NOS PEDEM.

Quem nos acompanha sabe que crapwares, bloatwares, adwares, spywares, hijackers e aparentados são programinhas potencialmente indesejáveis, embora não necessariamente nocivos (veja detalhes na sequência de postagens iniciada aqui).
Para quem não sabe ou não se lembra, chamamos crapware (crap = merda) ou bloatware (bloat = entulho) àqueles aplicativos de utilidade duvidosa que vêm pré-carregados em máquinas de grife. Já os adwares destinam-se a monitorar nossos hábitos de navegação e repassar as informações para empresas de marketing, ao passo que os spywares (softwares espiões) buscam capturar e enviar aos crackers informações confidenciais como senhas bancárias, números de cartões de crédito, e por aí vai. Os hijackers, por seu turno, “sequestram” a página inicial e mecanismo de buscas que definimos em nossos navegadores, adicionam barras de ferramentas não solicitadas, interferem no funcionamento de plug-ins e, em certos casos, impedem nosso acesso a webpages como a do Windows Update e/ou de desenvolvedores de programas de segurança digital.
A instalação de crapwares/bloatwares é uma maneira de os fabricantes de PCs ampliarem sua margem de lucro sem aumentar o preço de seus produtos para o usuário final. No mais das vezes, eles podem ser removidos através de seus desinstaladores nativos ou via Painel de Controle > Programas e recursos, embora ferramentas como o REVO UNINSTALL FREEASHAMPOO MAGIC UNINSTALL, por exemplo, proporcionam resultados bem mais aprimorados. Caso precise de ajuda para garimpar e defenestrar esses inutilitários, baixe o DECRAP. Já os adwares, spywares, hijackers e outros programinhas potencialmente indesejáveis costumam vir embuçados nos arquivos de instalação de freewares, mas também podem pegar carona em anexos de email ou se aproveitar de vulnerabilidades em controles ACTIVE X, por exemplo.
Embora tenhamos discutido esse assunto em outras oportunidades (como nesta postagem, por exemplo), o fato de nossa audiência ser rotativa e de novas versões dessas pragas serem aprimoradas para dificultar ainda mais sua remoção, achei por bem analisar em detalhes o freeware ADWCLEANER – que devemos manter no “estojo de primeiros socorros” e usar se e quando o tratamento convencional não resolver. Acompanhe:

1.   Clique aqui para baixar os arquivos de instalação do programinha (na verdade, trata-se apenas um executável) e salve-os na pasta de sua preferência.
2.   Depois de fiscalizá-los com seu antivírus, dê um clique direito sobre o ícone respectivo e selecione Enviar para > Área de trabalho (criar atalho).
3.   Para facilitar o acesso ao programinha, dê um clique direito sobre o atalho resultante e selecione Fixar na Barra de Tarefas ou Fixar no Menu Iniciar, a seu critério.
4.   Execute a ferramenta (pode ser necessário digitar sua senha de administrador) e repare na interface limpa e intuitiva (ponto para o desenvolvedor, já que a Ajuda em nada facilita o uso da dita cuja).
5.   Depois de encerrar os programas em execução e salvar quaisquer documentos me que você esteja trabalhando, clique em Examinar, acompanhe o andamento da barra de progressão e analise os resultados exibidos ao final da varredura (para tanto, clique individualmente nos botões Serviços, Pastas, Arquivos, Atalhos, Tarefas, Registros, Internet Explorer, FirefoxChrome).
6.   Desmarque as entradas que você deseja manter, clique em Limpar e aguarde o relatório .TXT sobre as ações adotadas.

Observação: Nem sempre é fácil diferenciar o que deve ser eliminado, especialmente quando se clica no botão Registro. Pesquisar os itens duvidosos no Google pode ajudar, embora o processo seja se o número de entradas identificadas pelo Adwcleaner for grande. Então, a despeito de o programinha manter em quarentena o conteúdo excluído (permitindo resgatá-lo todo ou em parte a qualquer tempo, bastando para isso clicar no menu Ferramentas), não deixe de criar um ponto de restauração do sistema e fazer um backup do Registro antes de clicar no botão Limpar (note que o botão Desinstalar serve para remover o Adwcleaner propriamente dito e os arquivos em quarentena). Igualmente recomendável é tentar, antes, resolver o problema com o Malwarebytes Anti-Malware ou o SuperAntispyware (para mais detalhes, pesquise o Blog utilizando o nome desses programas), que fazem um bom trabalho e são "menos invasivos".  

Antes de encerrar, mais um vídeo que abaixo da crítica, mas que temos a obrigação moral de assistir para avaliar melhor a qualidade dos nossos representantes:



Que Deus se apiede do povo brasileiro.
Um ótimo dia a todos e até mais ler.
Postar um comentário