quarta-feira, 29 de outubro de 2014

DE VOLTA À PRIVACIDADE - MAIS SOBRE NAVEGAÇÃO SIGILOSA

SÓ HÁ UM PROBLEMA FILOSÓFICO VERDADEIRAMENTE SÉRIO: É O SUICÍDIO. JULGAR SE A VIDA MERECE OU NÃO SER VIVIDA, É RESPONDER A UMA QUESTÃO FUNDAMENTAL DA FILOSOFIA.


Vimos no último dia 17 que navegação sigilosa de verdade é com o Anonymizer ou o TOR, pois o recurso nativo oferecido pelo Chrome, IE, Firefox e companhia apenas inibe o armazenamento (ou elimina, no final da sessão) arquivos temporários, dados de formulários, cookies, informações de login e históricos de buscas e de navegação - embora seja útil quando não se deseja o armazenamento de informações confidenciais (como senhas) e permita conferir links suspeitos, já que evitam que os websites acessem informações pessoais.
O ANONYMIZER pode ser testado sem custos por 14 dias; findo esse prezo, quem quiser mantê-lo em uso terá de desembolsar cerca de US$ 80. Já o TOR (THE ONION ROUTER – nome dado em alusão às múltiplas camadas da cebola) é um software de código aberto distribuído gratuitamente para quem não abre mão da sua privacidade na Rede.

Observação: Em circunstâncias normais, o PC estabelece uma conexão direta com os websites visitados, que são capazes de “visualizar” o endereço IP dos usuários e sua respectiva origem. Com o TOR, os pacotes de dados trafegam por caminhos aleatórios através de vários servidores, inviabilizando a "análise de tráfego" pelos provedores e/ou abelhudos de plantão. Embora o anonimato propiciado pela rede TOR vá ao encontro dos interesses de pedófilos, traficantes e cibercriminosos em geral, isso não o torna menos interessante para quem deseja navegar sem deixar rastros, para obter acesso a páginas que bloqueiam os visitantes com base em sua localização geográfica e muito mais.

Interessado? Então baixe o TOR BROWSE BUNDLE – que inclui tudo o que você precisa conectar a rede de relays, inclusive o TOR BROWSER (versão personalizada do Mozilla Firefox). Ao final, dê duplo clique sobre o executável, outro sobre START TOR BROWSER e com isso abrir o VIDALIA CONTROL PANEL, que irá conectá-lo à Rede TOR. Estabelecida a conexão, o browser apontará por padrão para http://check.torproject.org, e você já poderá navegar anonimamente, com seu endereço IP mascarado para os websites visitados. O único inconveniente é uma leve (mas perceptível) redução de velocidade no carregamento das páginas.
O TOR browser inclui vários complementos que ajudam a proteger a privacidade do usuário, dentre os quais o TOR BUTTON, que força o uso do protocolo HTTPS para os sites mais populares, o VIEW THE NETWORK, que exibe um mapa com os relays ativos e os nós que estão roteando seu tráfego, o USE A NEW IDENTITY, quando algum website bloquear seu IP atual com base na localização geográfica, e por aí vai.

Observação: Para mais informações, acesse http://www.maketecheasier.com/surf-privately-with-tor-browser/ .  
Caso tenha achado o TOR muito complicado, experimente o programinha disponível em  www.surfanonymous-free.com ou o serviço online Anonymouse (que permite tanto navegar incógnito quanto enviar emails anônimos não rastreáveis).

Um ótimo dia a todos e até mais ler.
Postar um comentário