sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

MAIS SOBRE O WINDOWS 10 E HUMOR...

COM COPÉRNICO, O HOMEM DEIXOU DE ESTAR NO CENTRO DO UNIVERSO. COM DARWIN, O HOMEM DEIXOU DE SER O CENTRO DO REINO ANIMAL. COM MARX, O HOMEM DEIXOU DE SER O CENTRO DA HISTÓRIA (QUE ALIÁS NÃO POSSUI UM CENTRO). COM FREUD, O HOMEM DEIXOU DE SER O CENTRO DE SI MESMO”.

Mais importante do que especular sobre o que levou o Treshold a se chamar Windows 10 é lembrar que caberá a ele desbancar o festejado Windows 7 e reconquistar milhões de usuários que não dispõem de telas sensíveis, coisa que o Windows 8.x não foi capaz de fazer.
A propósito, um caudaloso artigo do festejado Benito Piropo nos dá a saber que o “10 vem sendo desenvolvido por uma equipe diferente da que criou seu malsinado predecessor, mesmo porque, nos dois últimos anos, a Microsoft substituiu seu CEO e diversos membros do seu staff, além de promover a maior campanha de redução de pessoal de sua história (para mais detalhes, clique aqui). Por conta disso, não é de estranhar que a equipe de plantão venha fazendo das tripas coração para desfazer a má impressão que a interface do Eight causou na maioria dos usuários de desktops e notebooks, tanto no âmbito doméstico quanto no corporativo (veja dados na postagem anterior).
Uma das principais mudanças remete à política de atualizações do sistema, que tradicionalmente é feita mediante pacotes de correções lançados toda segunda terça-feira de cada mês (Patch Tuesday) ou a qualquer momento, em edição extraordinária, no caso de uma vulnerabilidade especialmente preocupante ser descoberta (mais informações em Patch Tuesday e Atualizações Automáticas). Doravante as atualizações deverão ser ainda mais dinâmicas, como já acontece com o Windows Phone – aliás essa estratégia pode “eternizar” o Windows 10, já que dispensa o lançamento de novas edições em intervalos regulares, como vem sendo feito desde sempre.

Observação: Existem também os assim chamados Service Packs (Pacotes de Serviços), disponibilizados de tempos em tempos para consolidar todas as modificações implementadas pelos Patch Tuesday e, eventualmente, adicionar novas funções e recursos que praticamente trazem à luz uma nova versão do sistema.

Assinala ainda Mestre Piropo que “reconquistar os usuários de desktops e notebooks não significa abandonar a filosofia que orientou a concepção do Windows 8 – isto é, um sistema para todos os tipos de dispositivo –, mas sim ampliá-la mediante adaptações que o enquadrem tão bem na tela gigante de uma TV plana de oitenta polegadas quanto na minúscula telinha de quatro polegadas de um smartphone”. Para tanto, a Microsoft desenvolveu uma interface adaptativa (Continuum) que se amolda automaticamente ao sistema do tipo de dispositivo e ao modo em que está configurado (para mais detalhes, assista a este vídeo). Para que tudo funcione a contento, no entanto, é preciso que os programas também se compatibilizem com o ambiente em que rodam, razão pela qual estão sendo desenvolvidos os assim chamados Aplicativos Universais – que rodam igualmente bem em máquinas de mesa, portáteis, tabletes, telefones e onde mais possam ser instalados, ainda que com uma interface adaptada a cada dispositivo.
Outra novidade (?!) digna de nota é o retorno Menu Iniciar implementado no Win 95 e aposentado compulsoriamente no Eight, para dissabor de muitos. Com a ressurreição, o menu mescla seu formato tradicional com os blocos dinâmicos implementados na edição anterior do sistema, e pode ter seu tamanho redimensionado a gosto do freguês. Além disso, uma ferramenta de buscas personalizada contempla tanto os itens armazenados no PC quanto varre a Web com auxílio do buscador Bing, da própria Microsoft.
Mais uma mudança perceptível remete ao novo ícone do Explorador de Arquivos, que teve seu design reformulado e simplificou o uso do botão Share, tornando mais simples o compartilhamento de arquivos e pastas.
Para concluir esta postagem – sem a pretensão de esgotar o assunto, naturalmente, já que foram abordadas somente umas poucas novidades voltadas para os usuários de notebooks e desktops (para saber mais, clique aqui) – o novo Windows trará Internet Explorer 12, que será capaz de acomodar extensões, como o Chrome e Firefox. No entanto, a versão Technical Preview traz uma versão melhorada do IE 11, de maneira que o jeito é esperar para conferir.

Passemos agora ao nosso humor de sexta-feira:

A loira não conseguia passar no teste para nenhum emprego. Resolveu tomar uma atitude extrema para ganhar dinheiro: - Vou sequestrar uma criança! - pensou! Com o dinheiro do resgate eu resolvo a minha vida...
Ela foi até um um playground, num bairro de classe alta, viu um menino muito bem vestido, puxou-o para trás de uma moita e foi logo escrevendo o bilhete: 'Querida mãe, isto é um sequestro. Estou com seu filho. Favor deixar o resgate de R$10.000,00, amanhã, ao meio-dia, atrás da árvore do parquinho. Assinado: Loira sequestradora'.
Então ela pegou o bilhete, dobrou- o e colocou no bolso da jaqueta do menino, dizendo: - Agora vai lá e entrega esse bilhete para a sua mãe. 
No dia seguinte, a loira vai até o local combinado. Encontra uma bolsa com R$10.000,00 em dinheiro e um bilhete dizendo: 'Está aí o resgate que você pediu. Só não me conformo como uma loira pôde fazer isso com outra...'

Um ótimo f.d.s. a todos, abraços e até mais ler.
Postar um comentário