quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

WINDOWS 7 – SEARCH ENGINE – INDEXAÇÃO

SEJA VOCÊ MESMO; TODOS OS OUTROS JÁ EXISTEM.

Dentre os aprimoramentos do Seven que mais me impressionaram está o campo Pesquisar programas e arquivos, que cria e mantém permanentemente atualizado um índice do conteúdo do computador, podendo, assim, localizar rapidamente arquivos, documentos, imagens e outros elementos a partir de palavras específicas, frases, tamanho, extensão, etc.
Cumpre salientar que essa indexação acelera consideravelmente as pesquisas, mas, para tanto, o Windows Search – nome de batismo da nossa pitoniza digital – precisa manter o índice sempre atualizado, o que consome recursos do sistema e impacta negativamente o desempenho do computador.
Por conta disso, há quem prefira desativar a indexação e recorrer a mecanismos de buscas de terceiros para (como o Copernic Desktop, o Google Desktop, o Everything Search Engine, dentre outros), mas eu não vejo motivo para tanto, pois as configurações de hardware dos PCs atuais suportam perfeitamente o consumo de recursos, sem mencionar que o mecanismo atua de maneira mais efetiva quando detecta que o sistema se encontra ocioso.
No entanto, devido à ação de alguma suíte de manutenção – ou outra intercorrência desconhecida qualquer –, pode acontecer de o nosso oráculo perder grande parte da sua verve, conforme vimos no post de 13.07.14 – a solução, vale relembrar, consiste em digitar index no campo de pesquisa, teclar Enter, selecionar Opções de Indexação, clicar em Avançado > Recriar e confirmar em OK.
Pode ocorrer de os comandos da tela Opções de Indexação aparecerem acinzentados e uma mensagem dar conta de que a indexação está desativada. Nesse caso, deve-se digitar services.msc no campo Executar, teclar Enter e, na janela Serviços, localize a opção Windows Search, dar um clique direito sobre ela, clicar em Propriedades e, em Tipo de Inicialização, escolher Automático, ou Automático (atraso na inicialização).  

Observação: Automático convoca o serviço assim que o Windows é inicializado, ao passo que Automático (Atraso na Inicialização) retarda a inicialização do serviço por um tempo pré-definido, visando agilizar o boot. 

Tenham todos um ótimo 2015!



Postar um comentário