segunda-feira, 6 de abril de 2015

COMO ELIMINAR OS DADOS PESSOAIS DE UM SMARTPHONE ANTES DE PASSAR O APARELHO ADIANTE

MILAGRE NÃO É DAR VIDA AO CORPO EXTINTO, LUZ AO CEGO, ELOQUÊNCIA AO MUDO... MILAGRE É LEVAR TANTA GENTE A ACREDITAR EM TUDO ISSO!

Se o amigo leitor (ou a amiga leitora) não abre mão de estar sempre up-to-date com a Tecnologia e tem cacife para sustentar o hábito , o cenário não poderia ser mais alvissareiro: smartphones de última geração vêm cedendo espaço a modelos ainda mais avançados em intervalos de tempo cada vez mais curtos. Por outro lado, a não ser que você tenha vocação para colecionador, o ideal é fazer uma operação casada, ou seja, comprar a cereja do bolo e se livrar do aparelho antigo enquanto ele ainda vale alguma coisa (o mercado de smartphones usados é restrito a modelos de fabricação recente). Só que, antes, convém desfazer as personalizações e apagar quaisquer mensagens (SMS, email, etc.), fotos e outros itens igualmente pessoais se não comprometedores (preocupação de diversos leitores que me escreveram buscando informações a respeito).

O lado bom da história é que essa providência é bastante simples: basta você reverter o aparelhinho às condições de fábrica para que tudo volte a ser como antes no Quartel de Abrantes. Da proteção de tela ao tempo em que o display permanece iluminado, do ringtone personalizado ao plano de fundo com a foto de seu bichinho de estimação, tudo desaparece, da mesma forma que o registro de chamadas, a lista de contatos, os arquivos multimídia (música, vídeos, etc.), e por aí vai.

Para obter esse resultado em aparelhos com sistema Android, clique no menu AJUSTES (ou CONFIGURAÇÕES, conforme a versão) e procure a entrada RESTAURAR PADRÃO DE FÁBRICA. Ela pode estar em CONTAS, sob o menu FAZER BACKUP E REDEFINIR, por exemplo, ou em PESSOAL/CÓPIA DE SEGURANÇA E RESTAURAÇÃO/RESTAURAR DADOS DE FÁBRICA como no caso do meu Jelly Bean 4.1.2. Na dúvida em relação ao seu modelo específico, consulte o manual; ele foi feito para isso.

Observação: Você pode evitar esse tipo de preocupação simplesmente salvando os "arquivos comprometedores" em um SD Card em vez de na memória interna do aparelho (assim, basta remover o cartãozinho antes de vender ou doar o smartphone antigo).

Para concluir, supondo que você perca seu celular, ou que ele seja roubado, acesse o site https://play.google.com/store, faça logon na sua conta, clique na engrenagem no canto superior direito da tela e na opção Gerenciador de dispositivo Android, selecione o dispositivo desejado se houver mais do que um , aguarde até que ele seja identificado no mapa, clique CONFIGURAR BLOQUEIO E LIMPEZA e siga as instruções na tela.

Um ótimo dia a todos.
Postar um comentário