segunda-feira, 27 de abril de 2015

WINDOWS 7 vs WINDOWS 10

O SUCESSO TEM MUITOS PAIS, MAS O FRACASSO É ÓRFÃO.

Engano seu, leitor, se pensa que eu me esqueci do Windows 8.1. Embora o título acima sugira isso, não foi por acaso que deixei de mencioná-lo, como também foi proposital o fato de eu ter deixado o malsinado Windows Vista de fora das quase 2.500 postagens já publicadas aqui no Blog.

Para quem não sabe ou não está lembrado, o XP foi lançado em 2001 e não demorou a desbancar o festejado Windows 98 coisa que a desditosa edição Millennium não foi capaz de fazer. Depois de reinar sobranceiro durante quase 13 anos, ele teve seu suporte estendido suspenso pela Microsoft em março do ano passado, e, como se pode inferir da reprodução acima à esquerda, sua trajetória descendente cruzou com a ascendente do Seven em setembro de 2011, na marca dos 40,6%, e topou com a do Windows 8.1 (outro “azarão”) em novembro passado, quando ambos açambarcavam 12,12% de seu segmento de mercado. Hoje, nosso longevo amigo ainda registra 11,4%, o que, convenhamos, não é pouco para uma versão que, tecnicamente, se encontra aposentada (clique aqui para ler sua “carta de despedida”).

Observação: Aqui pelas nossas bandas, XP e Eight estão empatados com pouco mais de 7%, enquanto a edição 8.1 alcança 14.5%.O Seven, por seu turno, continua com quase 64% da preferência dos usuários tupiniquins (54,13% em nível mundial), embora a Microsoft tenha suspendido seu suporte básico em janeiro passado e tencione aposentá-lo compulsoriamente em 2020 desde que até então haja um sucessor a altura, naturalmente.

Passando ao que interessa, o Windows 10, cujo lançamento está previsto para o próximo semestre, tem enfrentado alguns “acidentes de percurso”. O mais recente é um bug que vem fazendo a Microsoft trabalhar com duas possibilidades: na primeira, ele será corrigido, e a build lançada em seguida; na segunda, essa versão será cancelada e substituída por outra, mais avançada e livre da falha. Façam suas apostas.

Para concluir, se você mal pode esperar para conhecer ao vivo e em cores o mais novo rebento da família Windows, pode baixar de graça a versão e instalá-la numa máquina reserva ou num drive virtual (afinal, ainda é cedo para abandonar o Seven aliás, muita gente que o fez está mais do que arrependida, e por isso aguarda ansiosamente a nova edição, até porque o upgrade será gratuito para quem dispõe de cópias legítimas de suas predecessoras).

Interessado?  Então, basta clicar em Technical Preview, inscrever-se no WIP e clicar no atalho requisitos do sistema para verificar se sua máquina é compatível com a instalação (os requisitos mínimos são CPU de pelo menos 1 GHz, 1 GB de RAM para a versão de 32 bits ou 2 GB para a de 64 bits, 16 GB de espaço livre em disco, placa de vídeo compatível com o DirectX 9 e driver WDDM, conta da Microsoft (Live ID) e acesso à Internet. Caso afirmativo, baixe a versão suportada pelo seu processador  Português (Brasil) de 64 bits (x64) ou Português (Brasil) de 32 bits (x86), salve-o numa mídia bootável e instale-a a partir dela.

Observação: O designativo Technical Preview indica que o software está em fase de desenvolvimento e, portanto, sujeito a travamentos, instabilidade e outros problemas que deverão ser solucionados até o lançamento da versão comercial.

Caso você não disponha de um PC ocioso, saiba que é possível instalar o WTP em dual boot numa segunda partição do seu HDD, mas isso já é assunto para a postagem de amanhã. Abraços a todos e até lá.
Postar um comentário