terça-feira, 9 de junho de 2015

COMO APAGAR DEFINITIVAMENTE OS DADOS NO SEU SMARTPHONE ANDROID

TRUST NO ONE.

Numa postagem publicada no finalzinho de 2012, eu alertava os leitores para o fato de que não basta a gente deletar os arquivos armazenados no PC ou no smartphone (que pode ser considerado um PC de dimensões reduzidas) para resguardar nossa privacidade, já que os dados só deixam de ser passíveis de recuperação depois de sobrescritos.

A matéria foi visualizada milhares e milhares de vezes e contabilizou diversos de comentários de usuários de smartphones, que se mostravam preocupados com a possibilidade de alguém acessar seus arquivos sigilosos ou comprometedores. Em resposta, eu sugeri configurar o armazenamento de fotos, mensagens, agenda de contatos e demais dados pessoais no cartão SD ─ ou mesmo no próprio SIM CARD ─, ou, na impossibilidade, reverter o aparelho às configurações de fábrica antes de passá-lo adiante, já que esse procedimento apaga o conteúdo da memória interna. Dias atrás, no entanto, li no Blog da PSafe que o reset do Android (sistema operacional usado pela esmagadora maioria dos smartphones) não é tão eficaz quanto se imaginava: uma experiência realizada pela empresa usando o freeware AcessData FTK Imager em 20 smartphones comprados através do eBay resgatou mais de 40 mil fotos ─ inclusive 250 selfies de nus masculinos ─, 750 emails e mensagens de texto, 250 contatos das agendas e a identidade completa dos antigos donos de quatro dos aparelhos.

Para não ser pego no contrapé quando for passar adiante seu telefoninho, criptografe os dados antes de fazer o reset. Assim, todo o conteúdo gravado na memória ficará codificado, e quem tentar acessá-lo será barrado pela exigência da chave de segurança criada no momento da encriptação. Note que os passos a seguir foram baseados no Android Jelly Bean 4.1, e podem apresentar eventuais diferenças de nomenclatura e localização dos comandos em relação à versão instalada no seu aparelho.

1. Toque no ícone Aplicativos e, em seguida, no ícone Ajustar (representado por uma engrenagem);
2. Role a tela até o campo Pessoal, selecione a opção Segurança e toque em Criptografar o dispositivo?
3. Siga as instruções na tela para definir uma senha ou outra modalidade de autenticação e dar prosseguimento ao processo de encriptação, que pode levar de alguns minutos a mais de uma hora, dependendo da os recursos de hardware e da quantidade de informações armazenadas na memória.
4. Concluída a encriptação, faça o primeiro reset (toque em Cópia de segurança e restauração > Restaurar dados de fábrica e siga as instruções na tela).  

Observação: Depois de concluir a restauração, é importante não adicionar qualquer informação pessoal/confidencial (nem mesmo seu endereço no GMAIL, que será solicitado na primeira inicialização. Para sobrescrever quaisquer registros pessoais anteriores, você pode bater fotos ou criar clipes de vídeo, por exemplo, e encher sua lista de contatos com entradas falsas (nomes e números de telefone inexistentes). Ao final, torne a restaurar o telefoninho para adicionar uma segunda camada de segurança e poder vendê-lo sem se preocupar com sua privacidade.

No caso do PC, não faltam programinhas gratuitos que se propõem a destruir indelevelmente as informações gravadas no HDD, conforme, aliás, a gente já discutiu em diversas postagens, mas não custa relembrar: se você é usuário do  excelente AVG TuneUp PC, basta abrir o menu Todas as funções  e, no campo Disco Rígido, clicar na opção Excluir dados com segurança e seguir as instruções na tela; se não, experimente o Restoration, Eraser ou o DBAN. 

Como diz um velho, ditado, "em rio que tem piranha, jacaré nada de costas". Abraços e até mais ler.
Postar um comentário