quinta-feira, 25 de junho de 2015

WINDOWS 7 - AINDA AS DICAS, TRUQUES E MACETES

QUANDO TEMOS DOIS PONTOS DE VISTA CONTRAPOSTOS, A VERDADE NÃO ESTÁ NECESSARIAMENTE NO MEIO DELES, POIS SEMPRE EXISTE A POSSIBILIDADE DE QUE UM DOS LADOS ESTEJA ERRADO.

·        Instabilidades, congelamentos e telas azuis da morte podem decorrer de problemas com a memória física do sistema (para saber mais sobre esse assunto, reveja a sequência DEU PAU?). Então, se esse cenário lhe for familiar, experimente rodar o freeware Memtest 86 (faça o download em http://memtest.org/), mas é mais fácil usar a Ferramenta de Diagnóstico de Memória do Windows (para mais informações, clique aqui). Se seu PC for do tipo desktop e contar com dois ou mais módulos instalados, vale ainda abrir o gabinete e trocá-los de slot, ou então utilizá-los isoladamente, para ver se e quando o problema se manifesta.

·        Outra ferramenta nativa que ajuda a identificar o que há de errado com o sistema é o Monitor de Recursos e Desempenho. Para convocá-lo, pressione Win+R e digite perfmon /report na caixa de diálogo do menu Executar, insira seus dados de administrador, se necessário, aguarde a conclusão do diagnóstico e clique na setinha ao lado de cada item para visualizar avisos e demais informações. Se tiver dificuldade para interpretar os resultados, recorra a algum amigo mais experiente ou a um Computer Gay de confiança.

·        O Seven conta com uma coleção invejável de ferramentas para os mais variados fins, só que muitas delas não são facilmente acessíveis através de entradas e menus da interface gráfica. Entretanto, basta você digitar msconfig na caixa de diálogo do menu Executar, teclar Enter e clicar na aba Ferramentas para visualizar a maioria delas. Para executá-las, é só selecioná-las (uma de cada vez, evidentemente) e pressionar o botão Iniciar.

·        Prefere trabalhar com o teclado a usar o mouse? Então digite Win+R, tecle Enter, digite .. na caixa do menu Executar e torne a teclar Enter para abrir a pasta USUÁRIOS no Windows 7. Já para fazer uma pesquisa a partir da Área de Trabalho, pressione a tecla F3, digite o termo-chave em questão e tecle Enter.

·        Telas de grandes dimensões são mais comuns em TVs de LCD/Plasma do que em monitores de computador, especialmente entre os laptops, que vêm sendo cada vez mais usados como substitutos dos volumosos PCs de mesa. No entanto, você pode modificar resolução da tela para ter a impressão de maior amplitude (note que isso irá reduzir o tamanho dos elementos nela exibidas, e que monitores LCD se dão melhor quando ajustados para a maior resolução suportada). Alternativamente, você pode diminuir o tamanho dos ícones clicando num ponto vazio dá área de trabalho e, mantendo pressionada a tecla Ctrl, girar o scroll do mouse até que eles atinjam o tamanho desejado. Vale também clicar num ponto vazio Barra de Tarefas, selecionar Propriedades, marcar as opções Usar ícones pequenos e Ocultar automaticamente a barra de tarefas e confirmar em Aplicar > OK.  

Amanhã tem mais, pessoal. Abraços e até lá.
Postar um comentário