terça-feira, 11 de agosto de 2015

TECLADO - SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

COMO SÃO MARAVILHOSAS AS PESSOAS QUE NÃO CONHECEMOS BEM.

A tecnologia é algo fantástico, especialmente quando funciona. No entanto, como bem disse o velho Murphy, “se algo pode dar errado, dará errado da pior maneira, no pior momento e de modo a causar o maior estrago possível”. 

Então, vamos supor que um belo dia você liga o computador e seja brindado com os seguintes dizeres: “KEYBOARD ERROR OR NO KEYBOARD PRESENT”. Essa mensagem costuma ser exibida durante o boot no caso de o parâmetro HALT ON do Setup não ter sido ajustado para “ALL ERRORS, BUT KEYBOARD” ─ situação na qual o erro é ignorado e o Windows, carregado normalmente.  

Seja a mensagem em questão exibida ou não, o fato é que seu teclado está inoperante, e a menos que você não se importe em usar indefinidamente o teclado virtual, experimente primeiramente desconectar e reconectar o periférico (não deixe de desligar o PC se a conexão for padrão PS/2). Se não resolver, experimente conectar outro teclado ao computador.

Existe a possibilidade de a origem do mau funcionamento ter a ver com o driver. Abra o Gerenciador de Dispositivos, expanda o item Teclado, dê duplo clique sobre o modelo em uso, clique na aba Driver e pressione o botão Atualizar driver... (talvez seja necessário reiniciar o computador).

Se o problema estiver na interface PS/2 e você não dispuser de espertise e ferramental adequado para fazer os devidos reparos, o jeito será substituir a placa-mãe ou instalar um teclado USB (se ele não funcionar na primeira tentativa, conecte-o a outra porta). Caso dê certo, ótimo; modelos USB sem firulas, mas perfeitamente aceitáveis, podem ser adquiridos por cerca de R$50.

Observação: Se seu PC não tiver uma portinha USB disponível, saiba que existem adaptadores PS/2-USB e vice-versa (figura ao lado). Talvez eles não sejam lá muito fáceis de encontrar, mas um bate-pernas pelas lojas da Rua Santa Ifigênia (ou local equivalente na sua cidade) deve resolver.

Na improvável (mas não impossível) hipótese de nada disso funcionar, vale tentar reconfigurar o BIOS com os parâmetros default (opção “load default setup” ou coisa parecida; para mais informações, acesse minha sequência sobre BIOS/CMOS Setup iniciada por esta aqui).

Observação: Se o teclado problemático for um modelo sem-fio, verifique se a pilha/bateria que o alimenta está devidamente carregada.

Confira outras “pérolas” atribuídas a Edward Murphy (1918-1990):

·        Todo corpo mergulhado na banheira faz tocar o telefone;
·        A informação mais necessária é sempre a menos disponível;
·        A fila do lado sempre anda mais depressa;
·        Se a experiência deu certo na primeira tentativa, é porque tem alguma coisa errada;
·        Toda partícula que voa sempre encontra um olho;
·        A probabilidade de o pão cair com o lado da manteiga virado para baixo aumenta proporcionalmente ao valor do tapete;
·        Assim que você tiver esgotado todas as suas possibilidades e confessado seu fracasso, haverá uma solução simples e óbvia, claramente visível a qualquer outro idiota;
·        Dois monólogos não fazem um diálogo;
·        As variáveis variam menos que as constantes;
·        Se você é capaz de distinguir entre um bom e um mau conselho, então você não precisa de conselhos;
·        Se há mais de uma maneira de se executar uma tarefa ou trabalho, e se uma delas resultar em catástrofe ou em consequências indesejáveis, certamente ela será a escolhida.

Tenham todos um ótimo dia.
Postar um comentário