segunda-feira, 24 de agosto de 2015

WINDOWS – MENSAGENS DE ERRO

A GRANDE TRAGÉDIA DA VIDA É QUE FICAMOS VELHOS CEDO DEMAIS E SÁBIOS TARDE DEMAIS.

DISSE A CIGANA AO JOÃOZINHO:
─ QUANDO CRESCER, MENINO, VOCÊ VAI ESCREVER COISAS QUE TODO MUNDO VAI LER, COISAS QUE IRÃO ATERRORIZAR AS PESSOAS.
JOÃOZINHO, QUE JÁ GOSTAVA DE HISTÓRIAS DE TERROR, SAIU DA TENDA SENTINDO-SE UM MISTO DE ALFRED HITCHCOCK E EDGAR ALLAN POE, CAPAZ DE OFUSCAR O PRÓPRIO STEPHEN KING. E COMO AS CARTAS NÃO MENTEM JAMAIS, ANOS DEPOIS ELE CONSEGUIU EMPREGO NA MICROSOFT, NO SETOR DE CRIAÇÃO DE MENSAGENS DE ERRO PARA O WINDOWS.

Brincadeira à parte, ainda que sejam desagradáveis e até certo ponto assustadoras, as mensagens de erro (e as próprias telas azuis da morte) oferecem pistas para a solução de diversos problemas. Com base nelas, é possível localizar a causa do travamento e, com um pouco de sorte, encontrar a respectiva solução, embora não exista uma receita mágica aplicável a todos os casos.

Os travamentos do Windows são chamados de interrupções quando causados por falhas de hardware ou pelo próprio sistema operacional, e de exceções quando decorrentes de aplicativos. Diante de uma mensagem de erro, tente primeiramente identificar seu tipo ou categoria, descobrir quando e por que ela ocorreu, quais as informações que ela oferece e onde obter ajuda.
Quando o problema é apenas software, a sua reinstalação ─ ou, em situações extremas, a formatação do disco rígido seguida de reinstalação do sistema ─ faz o PC voltar ao normal, mas se o culpado for o hardware, não adianta formatar e reinstalar o software. Para piorar, problemas de hardware podem ter as mais variadas causas, que vão do simples superaquecimento do processador a defeitos na placa-mãe, nas memórias, na fonte de alimentação, e assim por diante. Se você quiser tentar fazer um diagnóstico por conta própria, experimente o PC-CHECK.

Quando não consegue contornar um problema, o Windows pode reiniciar automaticamente, dificultando a obtenção de informações a partir da mensagem de erro. Para alterar essa configuração, abra o Painel de Controle, clique em Sistema > Configurações avançadas do sistema e, no campo Inicialização e Recuperação, pressione o botão Configurações. No caso de futuros travamentos, anote pelo menos os dois dígitos iniciais do código do erro exibido na mensagem antes de reiniciar o computador.

As mensagens de erro se dividem em quatro categorias principais: Exceções Fatais, Erros de Proteção, Páginas Inválidas e Kernel32.dll.

Observação: Uma exceção fatal, por exemplo, ocorre quando o processador depara com uma operação impossível de ser executada – devido a uma falha de programação, um código demasiadamente confuso, uma operação matemática que não pode ser resolvida, setores danificados na RAM, componentes mal instalados ou mal configurados, recursos incorretamente alocados, e por aí afora.

A Base de Conhecimentos da Microsoft é um verdadeiro manancial de informações, mas, ao pesquisar, você não deve inserir a mensagem de erro inteira, mas sim limitar-se ao tipo da mensagem e aos códigos eventualmente presentes. Por exemplo, para A fatal exception oE has ocurred at 028:Co282dBo in VxD IFSMGR(03) + oooo CF7C, escreva fatal exception oE VxD em sua pesquisa; se não obtiver resultados, tente remover uma palavra e/ou selecionar All Microsoft Search Topics em vez de um produto específico. Diante de múltiplos resultados, refine a pesquisa acrescentando outras palavras, expressões completas ou combinações de palavras, incluindo a expressão original. Alternativamente, você pode usar as informações reportadas na mensagem para pesquisar com o Google (ou outro buscador de sua preferência). Por exemplo, na mensagem A fatal exception XY has ocurred at xxxx:xxxxxxxx, o XY diz respeito ao tipo de exceção que ocorreu, e os dados subsequentes indicam a localização do erro na memória.

A ferramenta Visualizar Eventos é uma mão na roda para identificar erros que resultam em panes no Windows ou nos aplicativos. Para acessá-la, abra o Painel de Controle, clique em Ferramentas Administrativas e selecione o ícone Visualizar Eventos
O item Sistema, situado na árvore de diretório do utilitário, registra as atividades realizadas no Windows, e o item Aplicação, o que está relacionado a outros softwares (é possível que outros tipos de aplicativos criem mais itens na árvore de diretório). 

Observação: Os eventos são razoavelmente auto-explicativos, e as caixas de Erro e de Alerta são as que merecem maior atenção. Dando duplo clique sobre um evento, você abre a tela das Propriedades do Evento e encontra detalhes sobre o erro em questão e um link para o site de suporte da Microsoft. Para mais detalhes sobre os tipos de erros e o que eles significam, acesse o site http://eventid.net/ (copie o número do evento no campo eventID ou pesquise por palavras-chave que vêm na mensagem de erro usando o campo Source).

Vale lembrar que inúmeros problemas não geram mensagens de erro ou, quando geram, não oferecem informações suficientes para embasar uma pesquisa detalhada. O lado bom da história é que reiniciar o computador costuma ser suficiente para fazer tudo voltar a ser como antes no Quartel de Abrantes. Caso o problema que o atormenta seja recorrente e você não consiga identificar o culpado, reinicie o computador no modo de segurança (pressione repetidamente a tecla F8 durante a inicialização, antes que o logo do Windows seja exibido, e, na tela de opções de inicialização, selecione modo de segurança). Se o problema não voltar a ocorrer, o culpado deve ser algum programa, serviço ou driver que inicializa com o Windows. Para identificá-lo, dê um boot limpo e reabilite os programas e processos de terceiros, um de cada vez, e reinicie o computador em seguida. Quando o erro tornar a ocorrer, você saberá quem é o causador da anormalidade, e poderá removê-lo, se for o caso.

Observação: Para dar um boot limpo:
1. Feche todos os programas em execução;
2. Pressione o atalho Windows+R, digite msconfig na caixa do menu Executar e tecle Enter;
3. Na tela do Utilitário de Configuração do Sistema, clique na aba Geral, habilite a opção Inicialização Seletiva e desabilite a opção carregar itens de inicialização;
4. Na aba Serviços, habilite a opção Ocultar todos os serviços Microsoft, desabilite os serviços restantes e clique em Aplicar > OK e SIM quando perguntado se deseja reiniciar o Windows.

Após a reinicialização, verifique se o erro persiste. Caso afirmativo, crie uma nova conta de usuário com privilégios administrativos e veja se isso resolve de vez o problema (para saber mais sobre contas de usuário no Windows 7, inclusive como criá-las, acesse a trinca de postagens iniciada por esta aqui).

Abraços a todos e até a próxima.
Postar um comentário