quarta-feira, 30 de setembro de 2015

CRIPTOGRAFE SEU PENDRIVE E PROTEJA OS DADOS DOS CURIOSOS DE PLANTÃO.

VIVER É COMO ANDAR DE BICICLETA. PARA TER EQUILÍBRIO, É PRECISO MANTER-SE EM MOVIMENTO.

O pendrive (ou memory stick) é hoje o que o floppy disk foi no final do século passado, ou seja, a melhor solução para armazenamento externo de backups e transporte de arquivos digitais. Além de oferecer fartura de espaço a preços camaradas (um Sandisk Cruzer Blade de 8GB, p.ex., custa menos de R$20), esse dispositivo é baseado em memória flash, o que o torna mais seguro e durável do que disquetes, CDs e DVDs, e a opção ideal para gravar backups de arquivos de difícil recuperação, ou mesmo para ouvir no carro sua seleção de músicas em MP3 (o modelo do nosso exemplo comporta cerca 2000 faixas de três minutos e meio cada uma).

Claro que também é possível (e barato) fazer cópias de arquivos digitais em mídias ópticas, ou mesmo enviar cópias dos arquivos que se deseja armazenar fora do HD interno para drives virtuais (para saber mais, acesse esta postagem). No entanto, como diz um velho adágio, “quem tem dois tem um e quem tem um não tem nenhum”, de modo que não custa fazer um backup do backup em CDs/DVDs ou na nuvem (ou ambas as alternativas, por que não?).

Passando agora ao mote desta postagem, muita gente não sabe que é possível criptografar os dados armazenados no pendrive, evitando que sejam acessados por pessoas não autorizadas no caso de perda ou roubo do dispositivo.

Observação: Criptografia (ou encriptação) é um processo mediante o conteúdo dos arquivos digitais é “embaralhado”, tornando-se inacessível para quem não dispuser da chave criptográfica respectiva.

Para criptografar o conteúdo do pendrive com o Bitlocker do Windows, basta acessar o Painel de Controle, selecionar Sistema e Segurança e, com o gadget conectado a uma portinha USB do PC, clicar em Criptografia de Unidade de Disco e seguir os passos indicados. Note, porém, que esse recurso só está disponível nas versões Enterprise e Ultimate do Seven; nas demais, será preciso recorrer a um aplicativo dedicado, como o gratuito DISKCRYPTOR (para fazer o download e obter informações de como utilizar o programinha, clique aqui).

Abraços a todos e até amanhã.
Postar um comentário