quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

AINDA SOBRE O PROBLEMA DE SEGURANÇA NO ANDROID (CONTINUAÇÃO DO POST ANTERIOR)

NÃO SE PODE CHEGAR À AURORA SEM PASSAR PELO BREU DO CAMINHO DA NOITE.

Complementando o que eu disse ontem sobre o problema das janelinhas pop-up no Android, foi constatada a existência de aplicativos contaminados por malware na própria loja oficial do Google, e como uma das principais recomendações para quem realmente se preocupa em manter as infecções virais e outros problemas afins distantes do seu aparelho é justamente baixar aplicativos de fontes confiáveis (leia-se a Play Store), a conclusão é óbvia.

Existem relatos de que as pragas ficam latentes por dias ou semanas, buscando evitar que os usuários as atribuam aos apps. De acordo com a Avast — desenvolvedora de softwares de segurança cujo nome dispensa maiores apresentações — nem todas as janelinhas levam a sites falsos e de phishing; algumas remetem a páginas legítimas, como a do jogo Clash of Clans na própria loja do Google, talvez como forma de diminuir as suspeitas dos usuários mas “antenados”.

O Google já removeu diversos apps infectados da sua loja, mas esses incidentes repercutiram negativamente, razão pela qual, mais do que nunca, devemos redobrar os cuidados com o que instalamos, manter um antivírus móvel ativo e operante, checar sempre as permissões solicitadas durante o processo de instalação e conferir as impressões de outros usuários em blogs e foros de discussão especializados. 

Para mais informações (em inglês), siga este link.
Postar um comentário