terça-feira, 29 de março de 2016

WINDOWS 10 ― AINDA O ESPAÇO NO HD


GAIVOTAS EM TERRA, TEMPESTADE NO MAR.

Vimos no post anterior como conferir o espaço ocupado pelos aplicativos e por que é recomendável eliminar todo o entulho pré-instalado pelo fabricante do computador ou por nós mesmos ― afinal, sempre tem quem não resista à farta oferta de programinhas gratuitos na Web.

Embora a remoção de softwares no Windows 10 seja feita de maneira bastante semelhante à das edições anteriores ― via Painel de Controle > Programas > Programas e Recursos, ou melhor ainda, via Iniciar > Configurações > Sistema > Aplicativos e recursos ―, eu ainda prefiro recorrer a desinstaladores de terceiros, como o do CCleaner.

O IOBit Uninstaller, que integra a suíte Advanced System Care, é outra excelente ferramenta, que além de proceder à desinstalação, remove todas sobras que o desinstalador nativo dos aplicativos costuma deixar para trás. Demais disso, ele capaz de desinstalar vários aplicativos ao mesmo tempo (Batch Uninstall) e eliminar aquelas irritantes barras de ferramenta que alguns freewares adicionam aos navegadores à revelia do usuário.  

Para os mais comodistas, o freeware Should I Remove It? identifica o que pode ser removido com segurança e se encarrega de fazer a desinstalação, caso você concorde. Durante o processo, ele exibe uma classificação qualitativa para cada programa e indica o “percentual de remoção” a partir do número de desinstalações feitas por outros usuários. De quebra, ele oferece o What is it?, que dá acesso a um banco de dados online com informações adicionais sobre os programas analisados, caso você fique em dúvida quanto a removê-los ou nãos.

Quem costuma testar softwares não pode deixar de conhecer é o Revo Uninstaller. Além de remover os programas, ele monitora a instalação para que não fique nenhum arquivo inútil no PC. Caso um programa não seja exibido na lista inicial do Revo, basta entrar na ferramenta “modo de caça” para descobrir os itens que estão ocupando espaço no HD. De quebra, o utilitário limpa o cache do navegador e do Microsoft Office.

Era isso, pessoal. Espero ter ajudado.
Postar um comentário