segunda-feira, 11 de abril de 2016

WINDOWS 10 - ATIVANDO O FAST SATARTUP

É O INSTINTO DO ABUSO DO PODER QUE DESPERTA TANTA PAIXÃO PELO PODER. 

Computador lerdo, que leva uma eternidade para inicializar, ninguém merece. A substituição do HD eletromecânico tradicional pelo Solid State Drive (SSD) e do BIOS pelo UEFI ― aprimoramentos que vêm sendo adotados paulatinamente pelos fabricantes ― resolvem parcialmente o problema, mas nem por isso se deve imaginar que, pelo menos no médio prazo, tenhamos computadores que fiquem prontos para uso “instantaneamente”, como uma lâmpada que se acende a um simples toque no interruptor.

Um paliativo que eu usava ― e recomendava ― no Seven era a hibernação, que agiliza tanto o processo de “encerramento” quanto o de “reinicialização”, evita consumo desnecessário da bateria (nos portáteis, naturalmente) e restaura os aplicativos e arquivos exatamente como eles estavam no instante em que sistema foi posto “para dormir”. No Windows 10, todavia, eu não vi grande vantagem nisso, pelo menos por enquanto (é preciso lembrar que meu PC ainda, com pouco mais de um mês de uso, ainda não perdeu o “cheirinho de novo”).

Passando ao mote desta postagem, o mais novo rebento da família Windows conta com o FAST STARTUP ― recurso que cria um arquivo máster com o kernel do sistema, drivers do aparelho e outros arquivos essenciais durante o desligamento e o recarrega na memória no próximo boot ―, uma versão aprimorada do FAST BOOT, que a Microsoft implementou no desditoso Windows 8 com o propósito de agilizar a inicialização do computador.  

Enfim, se você comprou um PC com o Ten pré-instalado, é provável que o Fast Boot tenha sido habilitado por padrão, da mesma forma que no caso de um upgrade a partir do Eight. Já quem fez a evolução a partir do Seven terá de habilitá-lo, o que pode ser feito da seguinte maneira:

― Digite energia na caixa de pesquisa da barra de tarefas e selecione Opções de Energia.

― Na porção esquerda da janela que se abrirá em seguida, clique em Escolher a função dos botões de energia.

― No campo Configurações de desligamento, verifique se a caixa de verificação ao lado da opção Ligar inicialização rápida (recomendado) está assinalada. Se não estiver, marque-a e clique em Salvar alterações.

Observação: Caso a opção em questão esteja acinzentada, clique no link Alterar configurações não disponíveis no momento para que ela se torne disponível e você possa fazer o ajuste retrocitado.

Por hoje é só, pessoal. Até a próxima.
Postar um comentário