quinta-feira, 23 de junho de 2016

WINDOWS 10 - UPDATE DE ANIVERSÁRIO

VAI! E SE DER MEDO, VAI COM MEDO MESMO!

A liberação do build 14366, na terça-feira da semana passada, sugere que o update de aniversário do Windows 10 ― que por enquanto contempla somente os participantes do programa Windows Insider ― deve chegar em breve para o público geral. 

O build lançado na última terça-feira (14) ― que corrigiu mais de 40 vulnerabilidades em produtos Microsoft, abrangidas por nada menos que 16 boletins de segurança, 6 dos quais considerados como críticos pela empresa de Redmond ― indica um fim temporário da disponibilização de novos recursos para o Windows 10, segundo um post de Dona Sarkar, do Windows Insider Program.

Os usuários da versão beta poderão navegar por guias passo-a-passo dentro do sistema, testar os novos recursos e detectar eventuais bugs. Antes disso, a Microsoft já havia implementando novas soluções para problemas anteriores do Windows 10 Beta.

No geral, Sarkar destacou 21 soluções diferentes de bugs em seu post, e parece haver muito mais no horizonte.

(Com informações do IDGNOW!

4 comentários:

Martha disse...

Oi Fernando
Eu não sei o porquê do Ten ser ( ainda)tão instável....Sei que não é a minha praia e, portanto, falando besteira mas desde que adquiri um Windows, é a primeira vez que vejo tanta gente reclamando de uma versão.
Apesar do fracasso do Vista ele não era instável...
Não falo pelo meu caso não; tenho ouvido de muitas pessoas reclamação sobre essa versão, que a priori,seria um upgrade do Seven.
Como vc bem diz...enfim....
Bjs e obrigada sempre!!!!!

Fernando Melis disse...

Oi, Martha.
A princípio, ele era, sim, bastante instável. Mas agora já não é mais.
Talvez o grande problema tenha sido o fato de, devido ao apelo da gratuidade, muita gente ter feito o upgrade em máquinas despreparadas, ignorando aquela nossa dica básica de, em situações que tais, dar preferência a uma evolução casada, envolvendo hardware e software.
Para piorar, sempre há quem não se incomode em atualizar drivers ou verificar se os aplicativos rodam adequadamente na "nova" edição do Windows, e é aí que a porca torce o rabo.
Não sei se você chegou a ler uma sequência de postagens sobre smartphones que eu publiquei lá na comunidade. Se não leu, vai ler por aqui, que eu já programei a dita cuja para o mês que vem. Lá, eu comentava que a Xiaomi, por exemplo, não disponibiliza em seus aparelhos o suporte a SD Carde, à exemplo do que faz a Apple em seus produtos. Segundo o presidente da Xiaomi, cartões de memória falsificados abundam no mercado, e tendem a propiciar um vasto leque de problemas, de lentidão a travamentos frequentes, que o usuário tende a atribuir ao aparelho. Faz sentido, embora, na verdade, eles não se entusiasmam com a perspectiva de oferecer o recurso em questão porque não podem aumentar significativamente o preço dos aparelhos simplesmente pela existência de um slot para cartão, ao passo que cobram facilmente centenas de dólares a mais por modelos com alguns gigabytes adicionais de memória interna. Simples assim.
Enfim, só fiz essa analogia para dizer que nem sempre o problema está no Windows. Há alguns anos, quando eu publicava matérias sobre segurança digital na mídia impressa e acompanhasse mais de perto a evolução desse problema, eu dizia que mais das metades das brechas de segurança e demais vulnerabilidades atribuídas ao XP (que na época era a bola da vez) decorria na verdade dos aplicativos de terceiros, plug-ins e add-ons que os usuários instalavam em seus aparelhos.
Quanto ao seu caso específico, volto a dizer que houve uma conjunção de fatores que resultaram num desmembramento de problemas de várias naturezas, e que, como um paciente que passa por uma cirurgia grave, você tende a ficar cismada com qualquer indício de intercorrência, tenha ela ou não relação com o TEN. Veja que não estou fazendo uma crítica, mas apenas dando conta de uma impressão minha, até porque fui o primeiro a sugerir que você mandasse a DELL às favas, pedisse o reembolso do valor pago e adquirisse um aparelho de outra marca. Mas entre mortos e feridos escaparam todos, acho eu, e agora seu PC está funcionando como deve, não é?
Beijos e até mais.

Martha disse...

Oi Fernando
Gostei da analogia com o paciente....rsrsrs
Realmente eu ainda não me acalmei completamente em relação ao PC...
Acho que o stress foi tanto que deixou uma sequela" Dellas"...rsrsrs
Eu só não troquei de marca , como vc sugeriu porque não encontrei nenhum PC com o Ten já instalado ( a não ser laptop ou All-in-one) e esse não era o caso. Eu tinha que aproveitar meu monitor maravilhoso de 27" e que custou uma nota há alguns poucos anos.....
Bjs e obrigada sempre!!!!

Fernando Melis disse...

Oi, Martha.
Fez bem, acho eu. Tanto melhor se o problema foi resolvido a contento. E quanto ao monitor, seria realmente um pecado aposentá-lo ou tentar passá-lo adiante (por uma miséria, como de praxe).
De fato, a linha de desktops anda meio que devendo opções para os consumidores. Claro que, atualmente, muita gente prefere os notes e alguns - como este vosso humilde criado -, os all in ones. Mas acho que o segmento das máquinas de arquitetura convencional não deveria ser desprezados pelos fabricantes, até porque esses aparelhos têm grande penetração em empresas, escritórios, estabelecimentos comerciais e afins.
Beijo grande, bom final de semana e até a próxima.