segunda-feira, 4 de julho de 2016

NOVIDADES SOBRE O WINDOWS 10

POR TRÁS DE TODA GRANDE FORTUNA SEMPRE EXISTE UM CRIME.

Faltando menos de um mês para completar seu primeiro aniversário, o Windows 10 festeja a conquista de 350 milhões de usuários ― embora ainda esteja bem longe da meta que a Microsoft havia estabelecido e alardeado aos quatro ventos durante o lançamento oficial do sistema, em 29 de julho do ano passado.

Mesmo assim, depois de insistir na utilização de táticas polêmicas para “incentivar” a migração dos usuários das edições 7 e 8 para a atual ― prática que, para muitos analistas, era semelhante às usadas na disseminação de malwares ―, a empresa finalmente ouviu a voz da razão (ou se redeu à grita dos usuários, melhor dizendo). Segundo informações divulgadas no site ZDNET, a nova janela de notificação do upgrade terá botões com opções claras ― “upgrade now”, “choose time” e “decline offer” ― para o usuário escolher se deseja atualizar imediatamente, agendar o upgrade ou recusar a oferta.

O comportamento do “X” vermelho, no canto superior direito da janela, também deverá ser corrigido. Com isso, em vez de funcionar como uma aprovação tácita para o upgrade, ele simplesmente comandará o fechamento da tela ― que, em última análise, é o que ele sempre deveria ter feito.

A matéria publicada no site retro citado dá conta também de que Microsoft irá oferecer suporte gratuito para qualquer usuário que precisar de ajuda no upgrade ou que quiser desfazer a atualização e resgatar a versão original do seu sistema.

A conferir.

2 comentários:

Martha disse...

Oi Fernando
Não fez mais do que a obrigação, sendo uma empresa de nome e reputação! A imposição feita até agora maculou sua imagem...penso eu.
A relação empresa/ serviço e consumidor precisa ser dinâmica e , acima de tudo, respeitosa.
Nunca é tarde para crescer....
Bjs e obrigada sempre!!!!!

Fernando Melis disse...

Oi, Martha.
De pleno acordo.
Sempre tive a Microsoft na mais alta conta. Mas os tempos mudam, os consumidores ficam ariscos, os lucros nem sempre correspondem às expectativas, enfim... Aí se resolve adotar uma postura mais agressiva, mas daí a errar a mão é um passo.
Beijos e até mais, minha caríssima doutora.