sexta-feira, 15 de julho de 2016

NOVO DE NOVO, NUNCA MAIS! MAS MELHOR QUE ESTAVA, FICA!

NÃO VALE A PENA MERGULHAR NOS SONHOS E ESQUECER DE VIVER.

Configurações de hardware idealizadas para uma realidade vigente dois ou três anos atrás não são compatíveis com as exigências de sistemas e programas atuais. Então, se você ainda resiste a trocar seu PC velho de guerra por um modelo atual, novinho em folha, veja alguns truques que podem dar uma "sobrevida" a uma máquina capenga:

1― Mantenha seu sistema saudável, atualizado e protegido (faça uma busca aqui no Blog para saber mais sobre procedimentos de manutenção preventiva e corretiva). O Windows oferece recursos nativos para limpeza do HD, criação de backups, correção de erros e desfragmentação dos dados. Talvez eles não sejam um primor de eficiência, mas, na falta de coisa melhor, use-os.
2 ― Se você não se anima diante do preço das melhores suítes de manutenção existentes no mercado, saiba que a IOBit oferece uma versão gratuita do festejado Advanced System Care que é extremamente competente (para mais informações e download, clique aqui).

3 ― Freewares como os populares CCleaner e Glary Utilities também podem ser de grande valia; rode-os regularmente para identificar e remover atalhos quebrados, arquivos desnecessários, duplicados e temporários, solucionar problemas no Registro do Windows, e por aí afora (saiba mais sobre o Registro revendo a trinca de postagens iniciada por esta aqui).

Observação: Seja seletivo quando for instalar programas. Resista à tentação de baixar softwares inúteis apenas porque eles são disponibilizados gratuitamente (instalar e remover programas com frequência degrada a performance global do computador; para mais detalhes, consulte esta postagem).

4 ― Convém ficar de olho nos processos que consomem muita memória do sistema. Isso inclui aplicativos, serviços de rede e DLLs que controlam o acesso aos arquivos. O freeware Process Explorer permite visualizar tudo que está rodando em segundo plano e "matar" os processos que estão deixando o sistema lento.

Observação: Tome cuidado para não matar processos essenciais, porque o Windows pode dar pau (pesquise no Google os nomes dos processos para saber o que eles fazem e se é ou não seguro encerrá-los). O arquivo de ajuda do Process Explorer descreve a operação e o uso da ferramenta; para mais informações, siga este link para acessar o fórum no site do fabricante.

5 ― Se teclado, mouse, impressora, escâner e demais periféricos que você utiliza forem do padrão USB, experimente desabilitar as portas COM e LPT para melhorar o desempenho do PC (principalmente na inicialização). No Gerenciador de Dispositivos, localize a seção correspondente, clique no sinal de "+", dê um clique direito na porta em questão, escolha a opção Desabilitar e reinicie o computador.

6 ― Mensagens de erro frequentes, reinicializações aleatórias e travamentos "inexplicáveis" podem advir do aquecimento excessivo dos componentes internos do computador (foi-se o tempo em que o exaustor da fonte de alimentação era suficiente para expulsar ar quente do interior do gabinete). PCs modernos integram chips de altíssimas velocidades e uma porção de componentes (drives de HD/CD/DVD, módulos de memória, processador gráfico etc.) que geram muito calor e, portanto, precisam de coolers dedicados e ventoinhas adicionais, especialmente se utilizadas em locais cuja temperatura ambiente seja muito elevada.

7 ― Muita gente não tem noção da quantidade de poeira e outros detritos que penetram no gabinete e se acumulam nas placas, módulos, slots e ― especialmente ― nas ventoinhas dos coolers. Além de prejudicar o resfriamento, essa sujeira pode comprometer o contato dos componentes internos do computador. Se você usa um desktop (computador de mesa), remova a tampa do case e faça uma limpeza em regra de tempos em tempos (para mais detalhes, leia esta postagem; caso seu PC seja do tipo notebook, clique aqui).


Era isso, pessoal. Um bom f.d.s. a todos.
Postar um comentário