sábado, 23 de julho de 2016

SUCESSÃO MUNICIPAL EM SAMPA: SEGUNDO O DATAFOLHA, RUSSOMANNO VENCERIA TODOS OS CONCORRENTES NAS SIMULAÇÕES DE SEGUNDO TURNO; SEM ELE, MARTA SUPLICY SERIA ELEITA (DE NOVO?!) PREFEITA DA MAIOR CAPITAL DO BRASIL

De acordo com última pesquisa do Instituto Datafolha, cujos resultados foram publicados na semana passada, Fernando Haddad ― o prefeito petralha que proibiu a FIESP de exibir a bandeira nacional e é o candidato mais rejeitado pelos entrevistados ― tem índices compatíveis com a qualidade de sua administração e com a clarividência de suas decisões (vide detalhes nesta postagem de Reinaldo Azevedo).

Celso Russomanno (PRB) lidera a disputa no primeiro turno, com 25%. Em segundo lugar, está Marta Suplicy (PMDB), com 16%, seguida por Luiza Erundina (PSOL), com 10%. O atual prefeito vem em quarto lugar, com apenas 8%. O tucano João Doria marca 6%, Marco Feliciano (PSC), 4%, e Andrea Matarazzo (PSD), 3%.
Detalhe: O dublê de deputado, apresentador de TV e defensor incansável dos direitos do consumidor foi condenado em primeira instância por peculato, e se tornará inelegível se essa decisão for confirmada pelo Supremo. Nesse cenário, Marta assumira a liderança do primeiro turno, com 21%, seguida por Erundina (13%), Haddad (11%), Doria (7%) e Feliciano e Matarazzo, ambos com 5%.

ObservaçãoRodrigo Janot quer condenar Russomanno por ter empregado em sua produtora, entre 1997 e 2001, uma funcionária cujo salário era pago pela Câmara. Tudo bem. Mas o que dizer de Fernando Haddad, que recebeu 30 milhões de reais em propinas, de acordo com depoimentos dados por delatores ao próprio Janot? Se o primeiro tem de ser punido, o segundo tem de ser preso! A propósito: apenas 14% aprovam a gestão do petista; para 48%, ela é ruim ou péssima, e 35% avaliam-na como regular.

O Datafolha fez 10 simulações de segundo turno. Caso seja candidato e se o confronto ocorresse hoje, Russomanno venceria todos os embates: 58% a 18% contra Doria; 58% a 19% contra Haddad; 54% a 29% contra Erundina e 48% a 31% contra Marta. Sem o candidato do PRB, Marta bateria todos os adversários: 48% a 24% contra Doria; 44% a 24% contra Haddad e 39% a 33% contra Erundina. Esta, por sua vez, venceria o candidato do PSDB por 44% a 24% e o petralha por 42% a 25%. Embora na margem de erro, Doria, muito provavelmente, venceria Haddad por 34% a 30%.

Enfim, faltam quase três meses para as eleições, e é pouco provável que o candidato tucano conserve o índice atual, pois o PSDB costura uma ampla aliança na cidade. E ainda que Russomanno se mantenha no páreo, já ficou claro que ele pode ser bom de saída, mas tende a se complicar no percurso e na chegada.

A pesquisa serve apenas para dar uma ideia de como anda o humor dos eleitores, mas é incontestável que a ex-petista Marta e a macróbia e também ex-petista Erundina ― que já ocuparam a prefeitura de Sampa e protagonizaram gestões sofríveis ― tenham motivos para comemorar. No entanto, da mesma forma que jogo se ganha no campo, eleição se ganha na urna.

A conferir.
Postar um comentário