sexta-feira, 19 de agosto de 2016

COMO REINSTALAR O WINDOWS 10 SEM PERDER AQUIVOS PESSOAIS

TUDO PASSA, MENOS A ADÚLTERA. NOS BOTECOS E NOS VELÓRIOS, NA ESQUINA E NAS FARMÁCIAS, HÁ SEMPRE ALGUÉM FALANDO NAS SENHORAS QUE TRAEM. O AMOR BEM-SUCEDIDO NÃO INTERESSA A NINGUÉM.

Costumo dizer que não existe programa perfeito, até porque, seja um simples aplicativo, seja um portentoso sistema operacional, todos são escritos por gente de carne e osso ― e, portanto, falíveis. Daí a Microsoft (e a maioria dos desenvolvedores de software zelosos por seus produtos) produzirem e disponibilizarem regularmente correções e aprimoramentos, e como é sempre melhor acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão, devemos manter o sistema atualizado e usar sempre que possível as versões mais recentes dos aplicativos (mais detalhes nesta postagem).

É certo que Windows vem sendo aprimorado a cada nova edição, embora seja igualmente certo que algumas delas ― como o ME, o VISTA e o EIGHT ― não tenham sido lá muito bem-sucedidas. Mas o Ten, que sopra sua primeira velinha no final deste mês, é tido e havido pela Microsoft e por uma parcela significativa dos críticos especializados como o melhor Windows de todos os tempos. Isso não significa que seja perfeito, naturalmente, daí a necessidade dos tradicionais “patches” (ou remendos, em português), que durante muito tempo foram alvo de chacota para os linuxistas e detratores da Microsoft, que se referiam ao Windows como “peneira” (devido a sua “permeabilidade” a invasões) ou “colcha de retalhos” (por conta da profusão de remendos lançados mês sim, outro também).

Embora seja bem menos sujeito a panes e travamentos do que as edições 9X/ME, o Windows 10 continua susceptível à fragmentação excessiva dos dados no HD, ao acúmulo de entulho no disco e no Registro, à corrupção de arquivos do sistema, ao “misterioso desparecimento” de arquivos .DLL, a atualizações/reconfigurações malsucedidas, à ação nefasta de malwares, e por aí segue a procissão. E a despeito de o próprio sistema dispor de ferramentas capazes de minimizar boa parte desses problemas ― e da existência de excelentes suítes de manutenção, tanto pagas quanto gratuitas, que fazem um trabalho ainda mais rebuscado ―, um belo dia o usuário é obrigado a reinstalar o Windows “do zero” para resgatar o “frescor” e o “viço” que ele apresentava nos primeiros meses de uso.

Houve época em que a reinstalação era um verdadeiro porre, mesmo para usuários medianos ― para os iniciantes, então, o jeito era recorrer a amigos mais experientes ou a um Computer Guy de confiança ―, mas o procedimento se tornou bem mais simples e quase não exige, atualmente, a intervenção do usuário. Só que ainda toma tempo, quase sempre resulta na perda de arquivos pessoais (até porque todo mundo sabe que fazer backup é fundamental, mas pouca gente faz) e dá uma trabalheira danada para reconfigurar e personalizar do sistema, aplicar as atualizações/correções e reinstalar os aplicativos.

A boa notícia é que, no caso do Ten, a coisa ficou ainda mais simples, pois tanto a versão HOME quanto a PROFESSIONAL dispõe de uma opção de recuperação que permite reinstalar o sistema sem mexer nos arquivos pessoais ― sopa no mel para quem precisa resolver problemas de lentidão ou travamento e não quer se submeter à via-crúcis tradicional. Acompanhe:

1) Clique com o botão com logo do Windows, à esquerda da barra de tarefas (aquele que convoca o menu Iniciar) e selecione a opção Configurações.

2) Na janela que se abre em seguida, selecione a opção Atualização e Segurança.
3) Na coluna à esquerda da janela que irá se abrir, selecione a opção Recuperação, e, à direita, no campo Restaurar PC, pressione o botão Introdução.
4) Na próxima tela, escolha a opção Manter meus arquivos, e confira os aplicativos que serão removidos durante o processo. Clique em Avançar, aguarde a exibição das ações que serão tomadas. Clique em Restaurar para iniciar o procedimento e aguarde a conclusão.

Depois de alguns minutos, o sistema reiniciará como novo, mas mantendo seus arquivos pessoais. Reinstale seus aplicativos, rode o Windows Update para baixar e aplicar as atualizações/correções críticas e de segurança, proceda às personalizações que julgar necessárias e pronto.

E como hoje é sexta-feira:

O PIOR ATENTADO QUE SE PODE COMETER CONTRA LULA, ALÉM DE ALVEJÁ-LO COM UM MORTÍFERO DICIONÁRIO, É ATIRAR-LHE UMA CARTEIRA DE TRABALHO.
(Esperidião Amin).

Bom f.d.s. a todos.

4 comentários:

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Olá Fernando!
Bom dia e feliz sexta feira.
Saudades de ocê amigo!
Bjins
Catiaho Alc.

Martha disse...

Oi Fernando
Excelente post!!!!
Essa recuperação foi feita antes da troca da máquina,mantendo os arquivos mas sem sucesso. Um recurso excelente e que nos poupa de mais trabalho.
Quanto a ser a melhor versão...espero que seja mesmo, pois os sustos que provoca nessa fase inicial não animam ninguém...
Adorei as piadas!!!!
Bjs e obrigada sempre!!!!

Fernando Melis disse...

Oi, Cátia.
É sempre um prazer revê-la por aqui, dona moça.
Obrigado pela visita, beijos e até mais.

Fernando Melis disse...

Oi, Martha.
Obrigado, doutora.
Um ótimo final de semana para nós todos.
Em tempo: Hoje (sábado) e amanhã, as postagens aqui no Blog focarão o cenário político, como vêm sendo nos últimos finais de semana. Não deixe de prestigiar.
Beijos.