sexta-feira, 19 de agosto de 2016

COMO REINSTALAR O WINDOWS 10 SEM PERDER AQUIVOS PESSOAIS

TUDO PASSA, MENOS A ADÚLTERA. NOS BOTECOS E NOS VELÓRIOS, NA ESQUINA E NAS FARMÁCIAS, HÁ SEMPRE ALGUÉM FALANDO NAS SENHORAS QUE TRAEM. O AMOR BEM-SUCEDIDO NÃO INTERESSA A NINGUÉM.

Costumo dizer que não existe programa perfeito, até porque, seja um simples aplicativo, seja um portentoso sistema operacional, todos são escritos por gente de carne e osso ― e, portanto, falíveis. Daí a Microsoft (e a maioria dos desenvolvedores de software zelosos por seus produtos) produzirem e disponibilizarem regularmente correções e aprimoramentos, e como é sempre melhor acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão, devemos manter o sistema atualizado e usar sempre que possível as versões mais recentes dos aplicativos (mais detalhes nesta postagem).

É certo que Windows vem sendo aprimorado a cada nova edição, embora seja igualmente certo que algumas delas ― como o ME, o VISTA e o EIGHT ― não tenham sido lá muito bem-sucedidas. Mas o Ten, que sopra sua primeira velinha no final deste mês, é tido e havido pela Microsoft e por uma parcela significativa dos críticos especializados como o melhor Windows de todos os tempos. Isso não significa que seja perfeito, naturalmente, daí a necessidade dos tradicionais “patches” (ou remendos, em português), que durante muito tempo foram alvo de chacota para os linuxistas e detratores da Microsoft, que se referiam ao Windows como “peneira” (devido a sua “permeabilidade” a invasões) ou “colcha de retalhos” (por conta da profusão de remendos lançados mês sim, outro também).

Embora seja bem menos sujeito a panes e travamentos do que as edições 9X/ME, o Windows 10 continua susceptível à fragmentação excessiva dos dados no HD, ao acúmulo de entulho no disco e no Registro, à corrupção de arquivos do sistema, ao “misterioso desparecimento” de arquivos .DLL, a atualizações/reconfigurações malsucedidas, à ação nefasta de malwares, e por aí segue a procissão. E a despeito de o próprio sistema dispor de ferramentas capazes de minimizar boa parte desses problemas ― e da existência de excelentes suítes de manutenção, tanto pagas quanto gratuitas, que fazem um trabalho ainda mais rebuscado ―, um belo dia o usuário é obrigado a reinstalar o Windows “do zero” para resgatar o “frescor” e o “viço” que ele apresentava nos primeiros meses de uso.

Houve época em que a reinstalação era um verdadeiro porre, mesmo para usuários medianos ― para os iniciantes, então, o jeito era recorrer a amigos mais experientes ou a um Computer Guy de confiança ―, mas o procedimento se tornou bem mais simples e quase não exige, atualmente, a intervenção do usuário. Só que ainda toma tempo, quase sempre resulta na perda de arquivos pessoais (até porque todo mundo sabe que fazer backup é fundamental, mas pouca gente faz) e dá uma trabalheira danada para reconfigurar e personalizar do sistema, aplicar as atualizações/correções e reinstalar os aplicativos.

A boa notícia é que, no caso do Ten, a coisa ficou ainda mais simples, pois tanto a versão HOME quanto a PROFESSIONAL dispõe de uma opção de recuperação que permite reinstalar o sistema sem mexer nos arquivos pessoais ― sopa no mel para quem precisa resolver problemas de lentidão ou travamento e não quer se submeter à via-crúcis tradicional. Acompanhe:

1) Clique com o botão com logo do Windows, à esquerda da barra de tarefas (aquele que convoca o menu Iniciar) e selecione a opção Configurações.

2) Na janela que se abre em seguida, selecione a opção Atualização e Segurança.
3) Na coluna à esquerda da janela que irá se abrir, selecione a opção Recuperação, e, à direita, no campo Restaurar PC, pressione o botão Introdução.
4) Na próxima tela, escolha a opção Manter meus arquivos, e confira os aplicativos que serão removidos durante o processo. Clique em Avançar, aguarde a exibição das ações que serão tomadas. Clique em Restaurar para iniciar o procedimento e aguarde a conclusão.

Depois de alguns minutos, o sistema reiniciará como novo, mas mantendo seus arquivos pessoais. Reinstale seus aplicativos, rode o Windows Update para baixar e aplicar as atualizações/correções críticas e de segurança, proceda às personalizações que julgar necessárias e pronto.

E como hoje é sexta-feira:

O PIOR ATENTADO QUE SE PODE COMETER CONTRA LULA, ALÉM DE ALVEJÁ-LO COM UM MORTÍFERO DICIONÁRIO, É ATIRAR-LHE UMA CARTEIRA DE TRABALHO.
(Esperidião Amin).

Bom f.d.s. a todos.
Postar um comentário