quinta-feira, 18 de agosto de 2016

MALWARE SIMULA WHATSAPP PARA ANDROID E ROUBA INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS DO USUÁRIO

CONHEÇA SEU INIMIGO COMO A SI MESMO E VOCÊ NÃO TERÁ QUE TEMER O RESULTADO DE CEM BATALHAS.

Segundo o site de tecnologia Canaltech, a PSafe identificou um malware ― batizado de WhatsApp.CreditCardStealer ― que simula o WhatsApp para Android e exibe uma tela que solicita ao usuário informar os dados do seu cartão de crédito.

Para aliciar as vítimas, os crackers enviam um email convidando o destinatário a instalar “um Novo WhatsApp recheado de funções inéditas”. Ao acessar o link, o usuário recebe uma mensagem de erro e o aplicativo falso desaparece, mas o WhatsApp continua funcionando normalmente. A praga remove o ícone de atalho da Play Store e impede o acesso à loja virtual, evitando a instalação de aplicativos de segurança ou antivírus que possam detectá-lo, mas, para burlar o antivírus instalado, fica inativa por cerca de quatro horas antes de solicitar os dados do cartão de crédito para liberar o acesso à Play Store.

Além dos dados do cartão serem repassados aos cibervigaristas, o número do celular é cadastrado automaticamente em um serviço de SMS pago, que consome os créditos do aparelho, castigando ainda mais o bolso da pobre vítima.

Outro golpe via WhatsApp busca enganar os usuários com a oferta de um pacote de emoticons românticos. De acordo com a empresa de segurança digital ESET, as vítimas recebem um link falso ― que supostamente levaria à instalação do pacote ― que os instrui a compartilhar a mensagem com 10 pessoas ou 3 grupos diferentes de contatos. Ao seguir as instruções, elas são inscritas em serviços de mensagens pagas, destinados a encher as burras dos cibercriminosos.

Para evitar mais esses golpes, as recomendações são as de sempre: jamais baixe e instale apps de fontes não oficiais, evite clicar em links desconhecidos recebidos por e-mail ou SMS e fique esperto em relação às permissões de acesso solicitadas pelos programas que você instala. Demais disso, é de fundamental importância dispor de um antivírus ativo, operante e devidamente atualizado. Como se costuma dizer, “em rio que tem piranha, jacaré nada de costas”.

Boa sorte e até a próxima.

Postar um comentário