quarta-feira, 21 de setembro de 2016

MAIS DICAS PARA APRIMORAR AS PESQUISAS NO GOOGLE

NO COMEÇO DEUS CRIOU O MUNDO E DESCANSOU. ENTÃO, ELE CRIOU O HOMEM E DESCANSOU. DEPOIS, CRIOU A MULHER, E A PARTIR DAÍ NEM DEUS, NEM O HOMEM, NEM O MUNDO TIVERAM UM MINUTO DE DESCANSO.

Volto rapidamente ao buscador do Google, já abordado em outras oportunidades, para acrescentar a dica sobre o operador cache, que é uma mão na roda quando a página que contém a informação desejada está indisponível, ou o responsável pelo site bloqueou a função copiar, por exemplo. Nesses casos, basta digitar o URL da página precedido do operador cache (por exemplo, cache:[endereço do site]) para acessar a última versão salva nos servidores do Google e localizar a informação desejada ― e, se for o caso, copiá-la sem problema algum.

O Google oferece ainda uma vasta gama de livros que podem ser baixados gratuitamente para lidos a qualquer tempo, além de exibir resenhas de obras pagas e informar as principais redes de livrarias que as disponibilizam (para conferir, siga este link e pesquise um título qualquer).

Outro truque que é sopa no mel é inserir o operador related antes do URL de um site para localizar outros que tratam do mesmo assunto. Por exemplo, escreva related:fernandomelis.blogspot.com.br e veja que o serviço irá apresentar diversas de sugestões de páginas relacionadas com dicas de informática.

Sem desmerecer os excelentes comparativos de preços oferecidos pelo Buscapé, Bondfaro e outros serviços afins, é possível filtrar a pesquisa no Google de modo a obter uma lista do produto desejado e o preço praticado em diversas lojas online. Basta fazer a busca nos moldes convencionais e, na página que exibe os resultados, clicar no link “Resultados no Google Shopping...”, clicar na setinha ao lado de Classificar: Padrão (na parte superior direita da tela) e selecionar a opção desejada.  

Além desses e de tantos outros truques que vimos nos posts anteriores, o Google faz diversas brincadeiras curiosas. Insira, por exemplo, “tilt”, “do a barrel roll”, “answer to life, the universe and everything” ou “Google gravity” no campo de buscas e clique no botão Estou com sorte para conferir algumas delas.

Outro recurso digno de nota é o Google Imagens, que substitui o buscador convencional quando usuário clica no link Imagens, no canto superior direito da janela do site www.google.com.br (vide detalhe na figura que ilustra esta postagem). Mas isso já é outra conversa e, por questão de espaço, vai ficar para uma próxima postagem. 

Abraços e até lá.

2 comentários:

Martha disse...

Oi Fernando
Que post!!!!
Tudo de bom e útil....
Vou começar a usar as dicas preciosas....
Adorei o parágrafo sobre a mulher...o problema é que vcs , homens, não vivem sem a gente...Já o contrário....rsrsrs
Bjs e obrigada sempre!!!!

Fernando Melis disse...

Oi, Martha.
Que bom que você gostou.
Quanto a viver sem, olha, o ser humano é de uma versatilidade tamanha... enfim, a tudo se acostuma, até mesmo a levar porrada, como dizia um velho sábio que eu não sei quem é. Todavia, melhor com do que sem, dependendo, naturalmente, da mulher, porque algumas... Bom, vamos deixar pra lá.
Beijo grande, cara doutora, e até mais ler.