sábado, 29 de outubro de 2016

LULA COMPLETA 71 ANOS. E AINDA CÁ ― E NÃO “LÁ”, ONDE JÁ DEVERIA ESTAR HÁ TEMPOS.

Anteontem, 27, Lula arrancou mais um fiapo de capim do pântano pútrido em que sua trajetória política transformou o jardim da vida de um retirante nordestino de muita sorte, mas cujo projeto de poder, combinado com um ego de proporções astronômicas, transformou em réu de três processos e investigado em pelo menos mais três. Sua 71ª primavera entrou com jeito de outono macambúzio, sem festa, foguetório e palavrório para os puxa-sacos (isso publicamente, já que pode ter rolado um rega-bofe para “os íntimos”, quiçá no Sítio Santa Bárbara ou na cobertura tríplex do Ed. Solaris).

Observação: O Tribunal Regional Federal da 4ª Região rejeitou, na última quarta-feira, a exceção de suspeição contra o juiz Sérgio Moro, na qual a defesa do ex-presidente petralha havia argumentado que o magistrado ordenou conduções coercitivas e interceptações telefônicas ilegais, além de ter levantado ilegalmente o sigilo profissional dos advogados, ao grampear seus telefones. Para o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do caso, "a simples verificação dos pressupostos necessários à instauração de medidas cautelares não permite dizer que o julgador seja suspeito ou esteja impedido de continuar na lide". Para ele, a atuação de Moro está restrita ao cotidiano jurisdicional. Quanto aos grampos telefônicos, Gebran afirmou que o terminal estava registrado em nome da empresa Lils Palestras, pertencente à Lula, e não de um escritório de advocacia. A defesa do petista tentou invalidar a decisão do TRF apontando o próprio Gebran como suspeito, mas o recurso foi rejeitado pelo desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus.

Segundo o portal UOL, a assessoria do molusco abjeto disse que não havia previsão de eventos com ele para ontem, conquanto o PT permanecesse em stand-by, "em defesa" do imprestável. A propósito, versejou o “sempre centrado” Rui Falcão, presidente nacional da ORCRIM da estrela (cadente): “A militância de esquerda, não apenas do PT, está se organizando de maneira espontânea em defesa de Lula e não apenas por causa do seu aniversário. A injustiça que praticam contra Lula atinge o próprio estado de direito”. Um dia, esse bardo inspirado ainda será indicado para uma cadeira na ABL ― o que não chega a espantar, considerando que alguns militantes tresloucados afirmavam, tempos atrás, que Lula concorreria ao Prêmio Nobel... Só se fosse de Química, por seu “legado” ter sido transformada em merda pela incompetente que o sucedeu na presidência da Banânia.

Observação: De acordo com a Folha, a comemoração se deu no Instituto Lula, às portas do qual alguns militantes estavam reunidos para homenagear o homem de ouro, e como não passavam de 20, eles foram convidados a comer salgadinhos e pizza, que foi o cardápio da discreta festa. Amigos de Lula reforçaram o menu: o deputado federal José Mentor, por exemplo, levou sacos de batatas fritas, e Rui Falcão, presenteou o “capo di tutti i capi” com uma garrafa de uísque.

Considerando que haverá segundo turno de eleições em diversos municípios, e que alguns “Nostradamus” vermelhos continuam dizendo que o indigitado de nove dedos tem cacife para se eleger presidente em 2018, vale relembrar que no primeiro turno das eleições proporcionais (para vereador) em São Bernardo do Campo, berço político de Lula e do PT, o sapo barbudo não conseguiu sequer reeleger vereador o filho adotivo Marcos Cláudio, que teve míseros 1.504 votos ― o candidato do PT à prefeitura, Tarcísio Secoli, nem chegou ao segundo turno.

Na última quarta-feira, Lula afirmou que não deverá ir às urnas no próximo domingo, já que tem mais de 70 anos e, portanto, não está mais obrigado a votar. Alguém deveria lembrar sua insolência de que ele está desperdiçando a chance de decidir a disputa entre Orlando Morando, do PSDB, e Alex Manente, do PPS: se quiser impedir que o próximo prefeito seja o tucano, basta ele apoiar publicamente Morando, que até agora lidera com folga as pesquisas eleitorais. Tendo Lula como adversário, Manente poderia começar a preparar a festa da vitória.

E como diria a petralhada ignara: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!
Postar um comentário